quarta-feira, 2 de outubro de 2013

NYPD Red


Autor: James Patterson & Marshall Karp


Sinopse: A NYPD Red é uma unidade especial da polícia de Nova Iorque, encarregada de proteger os interesses dos cidadãos mais ricos e poderosos de Manhattan.
Quando um produtor de cinema mundialmente famoso é envenenado no primeiro dia de um festival de cinema de Nova Iorque, a unidade NYPD Red é a primeira a ser chamada. A este crime hão de seguir-se o assassínio de um ator no local de filmagens e a explosão de um cocktail molotov durante um dos eventos do festival. O detetive Zach Jordan e a sua nova parceira e ex-namorada, a detetive Kylie MacDonald, são destacados para o caso. O assassino planeou cada homicídio e cada fuga até ao último pormenor, como se do guião de um filme se tratasse. E concebeu um final explosivo que irá arrasar Nova Iorque e Hollywood. Mais um policial explosivo
!


Após ler vários livros deste autor levanta-se sempre a pergunta se a fórmula continuará a resultar para mim. Nesta caso Patterson é, como sempre, fiel ao seu estilo, mesmo quando em parceria com outro autor, como neste caso. Os capítulos são curtos, a ação intensa desde o início e não existe tempo para descrever para lá do que é estritamente necessário. Todos aqueles que já leram este autor, sabem o que esperar, no entanto este é, provavelmente, o livro policial que mais se afasta da intensidade cheia de reviravoltas que estamos habituados. 

Esta diferença está ligada ao facto de estarmos perante o primeiro livro de uma saga, e faltar uma ligação às personagens principais. Patterson neste livro aposta numa intriga com menos surpresas e tenta deixar o leitor constantemente na ignorância em relação às duas personagens principais. Este facto é ainda mais óbvio visto que temos uma visão muito mais abrangente em relação ao vilão, e com este contraste é fácil perceber que as duas personagens principais têm muitos segredos que os condicionam mas que nós não sabemos, e com isto fica sempre a vontade de continuar a ler.

O enredo é bom apesar de não ser o melhor que já li do autor, a verdade é que mesmo já tendo lido vários, esta fórmula de narrativa rápida continua a "agarrar-me" quando intervalados com outros livros, e sem dúvida que Patterson é o mestre a usar esta fórmula. O enredo está bem explorado, com alguma crítica social e que tenho pena de o autor não ter explorado mais, mas claro, tal abrandaria o ritmo do livro, e sabemos que Patterson quer o ritmo sempre no topo. Sendo o primeiro livro de uma saga, é preciso notar que existem algumas coincidências que parecem forçadas mas também é verdade que fica a sensação que não sabemos tudo o que está no passado de Zach e Kylie, e por isso torna-se difícil, para já, perceber se o autor forçou certos momentos. 

O final é o momento mais surpreendente e de longe o melhor, devido a vários fatores mas principalmente devido ao facto de ser o único momento em que sentimos que o vilão se pode safar. Após ler o livro fica a ideia que esta estratégia do autor foi muito bem conseguida. Os diálogos são interessantes mas também aqui o autor aposta no ritmo alto em vez de aprofundar certos assuntos. E tudo o resto é o que Patterson nos habituou e não irei explorar mais situações para não revelar nada num livro onde cada detalhe é importante. É verdade que a revelação no início do vilão pode retirar a nossa vontade de investigar, ma neste livro é necessária para termos uma personagem bem explorada, e o vilão ganha com isso.

No geral, este não é o melhor livro do autor nem seria o livro que eu recomendaria a quem quisesse começar a ler Patterson. No entanto este é mais um livro impossível de ficar a meio para quem goste do género. A história é interessante, o ritmo elevado e o vilão a grande personagem e que mais qualidade oferece ao enredo. Não sendo fantástico, sofre por ser o início de uma saga e por explorar pouco o passado/segredos das personagens principais, ficando a vontade de ler o próximo livro. Para todos os fãs do autor, este é mais um livro a ser lido.

Luís Pinto 


5 comentários:

  1. Parabéns pela crítica. Mais um livro para ter em conta dentro do género.É um autor que gosto de ler de vez em quando e vou ver se arranjo este.

    Abraço

    ResponderEliminar
  2. Helder Sousaoutubro 02, 2013

    parabéns pela análise. Como sempre objectiva e coerente. Já li 2 livros deste autor que recomendaste e estou a pensar comprar este. Agora li a tua opinião e fiquei mais convencido. Pelo que tive a ver a saga para já são apenas dois livros por isso acho que vale a pena.

    Boas leituras e parabéns.
    HS

    ResponderEliminar
  3. Parece-me uma leitura interessante. Comecei a ler este autor depois de ler uma opinião tua e gostei. não é um autor que consiga ler muitos seguidos mas já li uns 5 que compro depois de ler as tuas opiniões. como esta saga não é muito grande, vou aproveitar e comprar. continua com este autor! O homem sabe o que faz!

    Abraço e boas leituras

    ResponderEliminar
  4. Mais uma opinião muito bem construida. Parabéns. é um autor que estou agora a conhecer e estou a gostar. Vou estar atento a esta saga. continua com o excelente trabalho!

    Abraço

    ResponderEliminar
  5. Olá,

    Cada vez a ter mais em conta o nome deste escritor, está visto :)

    Abraço

    ResponderEliminar