segunda-feira, 2 de abril de 2018

A VIDA SECRETA DA MENTE


Autor: Mariano Sigman




Sinopse: De onde provêm os nossos pensamentos? Como fazemos escolhas e porque confiamos nos nossos juízos? Conseguiremos manipular os nossos sonhos? Neste bestseller internacional, Mariano Sigman explora as respostas complexas e outras perguntas muito antigas. Ao longo de 20 anos de carreira como investigador do cérebro humano, o Dr. Sigman desenvolveu uma notável visão interdisciplinar. Baseando-se em resultados da pesquisa da física, linguística, psicologia, educação, entre outros domínios, explica-nos porque têm menos tendência a sofrer de demência as pessoas que falam mais de uma língua; como um bebé consegue reconhecer com a vista objetos em que apenas tocou; como o mesmo bebé, antes ainda de proferir a sua primeira palavra, tem um sentido inato do certo e do errado; e como podemos «ler» os pensamentos de doentes em estado vegetativo descodificando os padrões da sua atividade cerebral.



Este foi um dos livros mais interessantes que li nos últimos tempos. Tal como já disse aqui algumas vezes, conhecer melhor o funcionamento do nosso cérebro é um tema que aprecio bastante. Nos últimos anos têm sido várias as descobertas importantes sobre o tema, levando-nos a um conhecimento mais profundo sobre a máquina mais importante do nosso corpo em termos de controlo e influência.

É também a estrutura mais complexa descoberta por nós até hoje este é mais um livro que tenta explicar um pouco como algo tão complexo funciona sem que sequer o notemos.

Em primeiro devo indicar que gostei bastante da escrita do autor, da forma descontraída como explorou estes temas complexos, com grande simplicidade para que o leitor perceba o que está aqui escrito mesmo sem ter grandes conhecimentos sobre o tema. Bem estruturado, o autor vai avançando enquanto responde a perguntas e cria novas. E aos poucos o nosso conhecimento aumenta. Se olharem para a sinopse poderão perceber os caminhos que o autor irá percorrer para nos ensinar a complexidade do cérebro. Ao agarrar algo comum, como a banalidade de um acto nosso do dia a dia, o autor explora o porquê. Afinal, como é que isto funciona? Como é a informação processada, guardada, etc... Acima de tudo, como é que aprendemos?

E aos poucos o livro é exatamente isso, uma corrida de aprendizagem sobre como aprendemos, como pensamos, como encaixamos certos factos, ideias, acontecimentos. Revelar mais seria estragar a surpresa de alguma revelação que o leitor deverá ter no contexto certo, lendo o livro. Se este tema vos interessa, então têm de ler este livro, que num estilo muito suave e pouco académico, nos ajuda a compreender o nosso cérebro, quem nos rodeia e a nós mesmo.
 
Luís Pinto

Sem comentários:

Enviar um comentário