segunda-feira, 30 de março de 2015

HITLER


Autor: Giulio Ricchezza





O fascinante em Hitler foi a forma como, com um discurso claramente cheio de maldade, conseguiu convencer toda uma nação. Afinal quem era este homem que conseguiu levar uma nação a deixar para trás básicos valores morais?

Este livro, apesar de não abordar todos os temas e de deixar algumas perguntas sem respostas, é dos relatos mais completos que li sobre Hitler, principalmente porque se foca bastante nos seus motivos, na sua forma de pensar e em quais era os seus planos iniciais, dando ao leitor uma imagem que encaixa no seu discurso e nos seus métodos.

A isto o autor junta uma boa pesquisa sobre os grandes seguidores de Hitler, que ocuparam cargos importantes e que alargaram ainda mais os horizontes de um homem que era, em termos físícos, uma figura sem grande impacto, mas que apresentava um discurso emotivo e forte, capaz, como se viu, de motivar milhões.

Este relato, tanto da vida de Hitler, como da parte psicológica de um dos homens mais marcantes das últimas centenas de anos, é perturbador porque vemos que não foi preciso muito para Hitler alcançar os seus objetivos básicos. A grande diferença de Hitler para muitos outros que poderiam, e que poderão, partilhar as suas ideias, está no seu incansável trabalho. Hitler não descansou até chegar ao topo e depois não descansou até ser o único no topo.

Pelo meio, Hitler viu, como poucos, o que é necessário para mover a população com uma capacidade de propaganda que levou milhões a quererem matar outros milhões, a perseguirem vizinhos, a denunciarem amigos, a acharem-se superiores... Talvez, a grande diferença de Hitler para outro, está no facto de ter quebrado as barreiras da sociedade que levam uns a pisar outros, e aos poucos, todas as atrocidades que iam aparecendo eram apenas mais um meio, apenas mais um passo em frente na banalidade que eram tais atrocidades.

O autor escreve com objetividade e criou uma estrutura interessante para este livro, que nos leva a continuar a ler com os seus factos interessantes. Como indiquei no início, há alguns temas que gostaria que fossem mais explorados, e algumas perguntas que criei ficaram sem resposta, mas para tal talvez fosse preciso um livro com o dobro do tamanho, porque o trabalho de Hitler é de tal forma extenso que nunca se conseguirá resumir num livro. No entanto, este é um dos melhores livros que já li sobre Hitler, com um ritmo interessante e um olhar abrangente.

Aconselhado a todos os que queriam saber mais sobre a principal mente do mundo nazi, sobre as suas ambições, medos e motivos. Para mim foi uma excelente leitura e acredito que também o seja para muitos outros.

Luís Pinto

3 comentários:

  1. Estou em ideia que é um livro a ter. apreciei bastante a tua opinião e se recomendas é para comprar. Abraço

    ResponderEliminar
  2. Olá Luis. Uma crítica muito interessante. Não conhecia o livro mas a tua opinião fala de uns pontos que me interessam sempre nesta época.

    ResponderEliminar
  3. Gaspar Teixeiramarço 30, 2015

    Parabéns Luis. Mais um excelente texto como sempre. Fiquei com curiosidade sobre esta leitura porque o tema interessa-me muito. Vou dar uma vista de olhos e provavelmente comprar.

    ResponderEliminar