terça-feira, 30 de dezembro de 2014

TOP LIVROS 2014


Este foi mais um ano em que tive muita sorte em alguns livros que li. Foram vários os livros que me surpreenderam e outros que confirmaram a qualidade que eu acreditava que teriam. São vários os que recordo, que quero voltar a ler e ainda mais foram os momentos que ficarão na minha memória durante muitos anos.

O que deixo aqui é uma pequena lista dos livros que mais gostei, tendo como base na escolha todos os livros que comentei neste blog, não sendo obrigatório que os tenha lido realmente em 2014 ou que tenham saído nesse ano, mas que foram aqui comentados durante este ano que agora acaba.

Este ano começou muito bem com uma surpresa muito agradável: A Tragédia de Fidel Castro é um excelente livro do escritor João Cerqueira e merece ser lido. Logo a seguir li A Cúpula de Stephen King, sempre muito bom, e também me agradou o livro Tigana, um livro muito interessante de fantasia com uma base que me agradou e viciou.

Em fevereiro continuei com a Saga da Águia de Simon Scarrow e regressei à segunda Guerra Mundial com A rapariga que roubava livros (mais um livro muito bom). De seguida adorei A Psicologia do Amor (Irvin Yalon), aplaudi o Tríptico e voltei a ler GRRM com o muito bom Sonho Febril

Em maio, no mês em que fiz a iniciativa "31 dias, 31 passatempos", tive pouco tempo para ler, mas é em Junho que li o fantástico O Marciano, claramente um dos livros do ano, seguido do outro grande livro O Império Final. Aproveitei para ler uns clássicos, como As Aventuras de Tom Sawyer e O Cão dos Baskervilles, passei por mais uma Guerra Mundial com Catástrofe - 1914: A Europa vai à Guerra, e quando o verão começou a acabar aproveitei para, finalmente, começar a ler Bernard Cornwell, com a sua saga Arturiana, e ainda bem que o fiz, porque é uma saga muito boa! Pelo meio li o fantástico A Oeste nada de novo, um poderoso livro sobre a primeira Guerra Mundial.

Em outubro tive uma surpresa e uma confirmação: House of Cards (a confirmação!) e o surpreendente O Rei de ferro e a Rainha estrangulada, um dos melhores livros do ano. Depois regressei aos thrillers com o famoso Em parte Incerta, e terminei a aclamada saga de Mago - A Senhora do Império. Um final fantástico!

Em novembro li A Primeira Guerra Mundial de John Keegan, que aconselho a todos, Por fim, já no mês de dezembro, gostei de Fraturado, Os grandes ditadores da História, Mossad, e depois regressei a Stephen King com o impressionante 22/11/63 e que aconselho a todos os fãs do autor.

Não é fácil escolher o melhor. Aliás, desta pequena lista que fiz já ficaram de fora vários livros que gostei bastante. Escolher o melhor do ano, também por serem livros de vários géneros, é quase impossível, mas todos os anos consegui escolher um, mesmo que nem sempre com total certeza da minha escolha. No entanto, como a escolha tem de ser feita, digo-vos que o melhor livro que li foi O Marciano, e o livro que mais gostei foi O Império Final

O Marciano, tal como escrevi na minha opinião, acho que é uma lufada de ar fresco. O conhecimento do autor é tão massivo que não só aprendemos com a leitura como somos mesmo transportados para aquele planeta. Didático, intenso e viciante. impossível de largar.

Em O Império Final a fantasia chega a um nível que poucos autores conseguem alcançar. Com um fantástico vilão e tendo como base o que é preciso para se criar um mito, este é um livro incrível, que me deixa à espera do próximo e que foi o que mais gostei de ler este ano.

E vocês, quais foram os livros que mais gostaram? Qual o livro que ficou na vossa memória?

Luís Pinto 


8 comentários:

  1. Aconselho vivamente Erik Axl Sund, um duo de autores suecos com a trilogia "A Rapariga-Corvo", "Fome de Fogo" e espero ansiosamente pelo terceiro "As Instruções de Pitonisa" :)
    Outra ótima trilogia de Stieg Larsson com "Os Homens que Odeiam as Mulheres", "A Rapariga que Sonhava com uma Lata de Gasolina e um Fósforo" e "A Rainha no Palácio das Correntes de Ar"
    "O Jogo de Ripper" de Isabel Allende também me surpreendeu bastante.

    Bom ano e ótimas leituras :)

    ResponderEliminar
  2. Boas,

    Muito bom, estou à espera que me chegue pelo correio O Marciano, mal posso esperar para o ler, e o A Oeste nada de novo, que veio o mês passado (ou este já não me lembro) com a revista Sábado também está ali na estante à espera de ser lido. Este ano também li O Império Final e gostei bastante, foi a minha estreia com o Sanderson e não desapontou.

    Abraços

    ResponderEliminar
  3. O império final foi o melhor livro que li este ano e foi graças a ti.

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aconselho mais livro do Záfon e do Lynch. Tanto o Marciano como o Império final li por causa da tua opinião e são mesmo muito bons.

      Eliminar
  4. A excelente qualidade deste top é a demonstração da excelente qualidade que têm as tuas escolhas. Parabéns por mais um grande ano com este grande projecto.
    Feliz 2015

    ResponderEliminar
  5. Um top interessante. Com variedade a nível do género literário, mas em termos de raça e género dos escritores está muito, muito homogéneo, não há grande variedade. Tal, quanto a mim, reflecte o panorama do que se publica em maior quantidade em Portugal, e em geral pelo mundo vá. Será que posso desafiá-lo a, no ano de 2015, procurar livros com maior variedade a nível das origens dos seus autores? (Eu sei, sou uma impertinente).
    Ainda assim, é sempre extremamente interessante chegar ao final do ano e espreitar as leituras preferidas das pessoas responsáveis pelos blogs acerca de livros que gostamos de seguir. Um voyeurismo livresco, vá!

    Espero que entre da melhor forma no Novo Ano. Votos de um excelente 2015!

    ResponderEliminar
  6. Viva Luís,

    Gostei muito do Imperio Final do Sanderson, mas dai ser melhor que por exemplo aquele final de saga da Saga da A Serva do Império do Feist ? Dos livros do Cornwell ? Hummm :D

    Bem há ai muitos livros que quero ler, em especial na Marcador e já me deixaste aqui algumas sugestões :)

    Quanto ao melhor livro do ano, não foi fácil, por acaso li muita cena boa, mas escolho "O Mistério de Charles Dicksen" do Dan Simmons

    Abraço e bom ano :)

    ResponderEliminar
  7. Belo top com muito do que é bom e foi lançado este ano. Marciano e Império final são muito bons e ainda bem que os escolheste para os dois melhores do ano. A minha escolha é a trilogia Milénio que li este ano e a saga do Mago Senhora do Império que li por recomendação deste blogue e valeu mesmo muito a pena.

    ResponderEliminar