terça-feira, 5 de janeiro de 2016

GUERRA E PAZ - Livro I


Autor: Léon Tolstói


Tolstói será para sempre recordado como um dos grande nomes da literatura russa, ao lado de nomes como Dostoiévski ou Tchecov. Autor de um dos melhores romances de sempre, Anna Karenina, Tolstói tem em Guerra e Paz o seu primeiro grande êxito, muito inesperado, principalmente devido ao seu tamanho, tal como o próprio autor confessou.

Guerra e Paz é um romance de enorme magnitude, complexo e detalhado, com mais de quinhentas personagens, dando a esta obra uma profundidade única, e acreditem que algumas serão personagens memoráveis, das mais complexas que alguma vez li, e seguramente todas elas muito bem criadas.

Com o livro a ser dividido em 2 volumes nesta nova edição da Saída de Emergência, este primeiro livro funciona como uma introdução poderosa, tanto de personagens como da sociedade na qual a história se irá desenrolar. E este é o primeiro grande talento de Tolstói: com descrições fortes e objectivas, o autor começa a mostrar-nos as diferenças na sociedade, mas principalmente as diferenças entre a sociedade Russa e a Francesa, sendo a sociedade Russa fortemente criticada. É fácil perceber como Tolstói desprezava tal sociedade, na qual os ricos levam uma vida de ostentação e desperdício, enquanto a poucos metros pessoas morrem à fome. Esta crítica ao desequilíbrio da qualidade de vida em qualquer sociedade, já foi, e continuará a ser, mencionada e criticada em muitos livros... mas Tolstói consegue-o de forma diferente, mais arrepiante e marcante para o leitor. Um talento raro...
A História foi feita de conquistas e essas com sangue, ordens, sacrifícios; mas acima disso, foi feita por homens que ordenaram, outros que obedeceram. Quantos homens morreram por um líder que nunca conheceram? Mas ainda mais importante: quantos lideres valorizaram a vida dos seus soldados? Esta obra, será, para o leitor que chegar ao fim do 2º livro, uma homenagem a esses homens que lutaram uma guerra que não criaram... os peões.

Sendo uma obra tão grande, deixarei para o próximo volume a minha opinião à história, personagens e outros factores importantes num livro desta magnitude. No fim, este primeiro livro, ao ser recordado, será apenas a leve memória das personagens, de como elas eram antes da guerra, e notaremos então as suas mudanças... e serão muitas. Mas uma coisa percebemos nestas páginas iniciais: é realmente uma obra-prima.
Próximo livro para breve!

Luís Pinto

Nota: Opinião revista e melhorada de um texto lançado há quase três anos.

14 comentários:

  1. Estou a antever um conjunto de 4 críticas em que me vais convencer a ler o livro.......

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. nem tenho a minima dúvida que no fim será excelente ler a opinião dos 4 livros e ficar com vontade de ler. Luís, não falhas! Continua!

      Eliminar
  2. Está na estante o primeiro volume, mas não sei se tenho coragem para começar uma coisa tão grande. Vou esperar pelas tuas próximas opiniões.

    ResponderEliminar
  3. Estou a ganhar coragem para começar a ler este livro!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fazes bem Jojo. Realmente é preciso ganhar alguma coragem para se ler isto de seguida.

      Eliminar
  4. Será porventura este "Guerra e Paz" o "eterno" livro que adio de ano para ano.
    comprei a colecção de comemoração dos 20 anos do público, em 10 volumes belissimamente ilustrados por Júlio Pomar e prefaciados por António Lobo Antunes, mas por qualquer razão que eu próprio desconheço adio, adio e adio. Aguardarei então as tuas impressões sobre este livro, que a maioria crê magistral e prometo a mim próprio que em breve darei inicio também a esta verdadeira epopeia da literatura mundial.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Prometo as restantes críticas para breve. Vai ganhando coragem para ler!

      Eliminar
  5. Já li e adorei. Gostei bastante desta tua primeira opinião e tenho a certeza que vais fazer um excelente trabalho nos restantes livros e convencer muitos leitores.

    ResponderEliminar
  6. Também vou esperar pelas próximas opiniões, pode ser que me convenças, apesar de já saber que se trata de uma obra prima.

    ResponderEliminar
  7. Gostei bastante deste pequeno desvendar. É um livro que estou para comprar à algum tempo, mas é grande e 4 volumes fica caro. vou esperar que fales sobre o resto.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Rita! É realmente um livro enorme e que se torna melhor quando lido de seguida, mas por vezes custa.

      Eliminar
  8. Vale a pena ler esta edição da Saida de Emergência? Já me disseram que a tradução não é muito boa.

    ResponderEliminar