sexta-feira, 17 de janeiro de 2020

PESSOAS, PODER E LUCRO


Autor: Joseph E. Stiglitz



Sinopse: Em Pessoas, Poder e Lucro, o economista Joseph Stiglitz expõe os fracassos do capitalismo à americana, mostrando como a consolidação do poder dos mercados - em especial no mundo da finança e da tecnologia - foi motor da propagação de uma desigualdade galopante e resultou num crescimento cada vez menor.
Tomando como exemplo maior os Estados Unidos da América, Stiglitz revela o domínio que uns quantos grupos empresariais têm vindo a exercer sobre setores inteiros da economia. Foi assim que a indústria conseguiu escrever os seus próprios regulamentos, que as empresas de tecnologia puderam acumular dados pessoais dos seus utilizadores quase sem supervisão e que o Governo firmou acordos comerciais que em pouco ou nada defendem os interesses dos trabalhadores.
Pode parecer que não há solução, mas há. Se reconceptualizarmos a aprendizagem, os avanços científicos e tecnológicos e a defesa de um estado de Direito como as verdadeiras fontes de riqueza e de qualidade de vida, é possível voltarmos a aspirar à "vida de classe média" que durante tanto tempo simbolizou o Sonho Americano e que agora parece uma miragem. O plano é simples: fazer os mercados trabalhar para nós - em vez de trabalharmos nós para eles -, limitando os seus excessos.



Quando lemos um livro de um Prémio Nobel, em princípio a qualidade deverá estar garantida. Para ficar já afirmado, este foi um dos melhores livros que li em 2019. Claro que o tema não agradará a todos, mas quem gostar de economia, finanças e sociologia com muita política à mistura, tem aqui um livro interessante.

O autor explora as últimas décadas da economia mundial, com grande foco na principal, a dos Estados Unidos. O objetivo deste livro e mostrar como o foco dos governos e dos mercados não beneficia a economia nem os trabalhadores, com as grandes empresas a terem cada vez mais poder e influência, algumas muito mais poderosas do que países inteiros. Com a economia cada vez mais focada no desenvolvimento tecnológico e na energia, as pessoas trabalham cada vez mais para esses mercados e a diferença entre ricos e pobres continua a aumentar. 

Não querendo estar aqui a explorar o que o autor recomenda para que o futuro seja mais equilibrado e risonho para todos, a verdade é que a cada página tudo faz mais sentido. A coerência e a forma como o autor vai juntando as peças que sustentam a economia mas também a sociedade torna este livro mesmo muito bom. As ligações entre os vários pilares da economia são aqui explorados com simplicidade, e nunca me senti perdido. Este será um dos aspetos mais importantes deste livro, o de ser feito para qualquer leitor interessado, independentemente do conhecimento que tenha sobre o assunto antes de o começar a ler.

Como disse no início, este leitura foi mesmo muito boa. Se gostam de economia, política, sociologia, devem ler este livro, perceber o que está mal, o que tem acontecido e algumas ações que poderemos ter para melhorar o status quo atual. Mesmo para alguém que perceba muito sobre o tema, de certeza que irá aprender muito nestas páginas. Totalmente recomendado!

Luís Pinto


Sem comentários:

Enviar um comentário