quarta-feira, 20 de março de 2013

O MAGO - A Filha do Império


Autor: Raymond E. Feist & Janny Wurts

Título original: Daughter of the Empire



Mara era apenas o membro mais novo de uma família nobre. Nunca esperou que a súbita e chocante morte do irmão e do pai pudessem trazer-lhe tamanha responsabilidade. Apesar do seu sofrimento, cabe-lhe a tarefa de vestir os mantos da liderança e enfrentar as dificuldades. Mas embora inexperiente na arte política, Mara terá de recorrer a toda a sua força e coragem, inteligência e astúcia, para sobreviver no Jogo do Conselho, recuperar a honra da Casa dos Acoma e assegurar o futuro da sua família.


A Saga do Império é considerada uma das melhores obras de Raymond Feist e este livro demonstra-o. Com a história a decorrer durante a Guerra do Portal/Brecha (livros Aprendiz e Mestre), Raymond leva-nos ao fantástico mundo de Kelewan e dá-nos a conhecer Mara Acoma, e acreditem que é uma excelente personagem principal!

A base da história é a forma como Mara terá de crescer, sobreviver e vingar a morte dos seus familiares, no entanto o livro ganha uma identidade muito própria, graças a um intenso, e incrivelmente bem feito, jogo político ao nível do que vemos nos livros de George R. R. Martin. A fantasia, que caracterizou muito deste mundo de O Mago, é aqui quase inexistente, tornando esta leitura num cruel e calculado jogo político e militar onde raramente o leitor consegue adivinhar a próxima jogada.

Neste aspeto, a falta de uma maior importância da fantasia neste início de saga, pode deixar alguns fãs renitentes, mas rapidamente essa sensação se perderá, pois o mundo de Kelewan  respira nesta obra, com detalhes excelentes que definem uma civilização, desde aspetos sociais, religiosos mas também geográficos. Sobre esta civilização devo dizer que Feist e Wurts conseguem uma agradável mistura de várias civilizações. Sente-se influências da civilização romana e povos tribais (tal como já se tinha notado em O Mago - Mestre), mas também existe uma forte influência de civilizações orientais e que encaixa muito bem no que já conhecíamos de Kelewan.

Mara é o centro das atenções neste livro e com o seu olhar iremos ver o seu crescimento. Este crescimento não é fácil, principalmente quando Mara percebe que a linha que separa os bons dos maus é muito mais fina do que parece (muito mais fina do que na maioria dos livros de Feist). Mara irá perceber, juntamente com o leitor, que muitos momentos definem a nossa vida, mas poucos terão tanta importância quanto o nosso nascimento, e sobre esse nada podemos fazer... no entanto, o local, a família e o momento em que nascemos continuarão a influenciar as nossas decisões e oportunidades. E assim, durante uma vingança implacável, Mara perceberá que existem sempre efeitos colaterais, como em todas as grandes demandas da nossa vida.

A história está excelente, muito graças a fortes e coerentes personagens. Para início de saga, este livro tem um ritmo lento, pois os autores oferecem uma boa base de conhecimento ao leitor, principalmente em termos culturais, pois de outra forma, muitas das decisões poderiam parecer forçadas. No entanto, para mim a leitura nunca foi difícil visto que as personagens fazem mesmo a diferença. Mara está muito bem construída, e imediatamente me senti agarrado à sua vontade de vingança e as suas lutas interiores: determinação, dúvida, coragem, pânico... De realçar que as personagens secundárias conseguem sustentar toda a história, não só pela diversidade, mas principalmente pela forma como também ensinam o leitor, com as suas falas e decisões.

Resumindo, este primeiro livro é um excelente início de saga e percebe-se facilmente o porquê de ser uma das sagas mais famosas de Feist, que aqui se junta a Wurts para a criação de um excelente trabalho. É principalmente um livro de crescimento pessoal envolto num jogo político do melhor que já li. Se o "jogo de bastidores" for algo que gostem de ler, este livro será uma excelente compra. Várias personagens ficarão na vossa memória (apesar de ser estranho, o livro não perde interesse por não ter as personagens mais famosas, como Pug Jimmy ou Tomas) e ficamos com vontade de ler os próximos e ver quais os efeitos colaterais das ações de Mara. Totalmente recomendado!

16 comentários:

  1. ai a minha carteira!

    Grande opinião como sempre. Li, fiquei com vontade e não revelas nada da história. Depois digo-te se gostei, mas sendo O Mago vou gostar de certeza. Não estava à espera que fosse tão político mas ainda me deste mais vontade de ler. Pena não ter ganho no passatempo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Gus.

      Tenho a certeza que vais gostar deste.

      Eliminar
  2. convencido! foi graças a ti que comecei a ler o Mago e adorei os 4 primeiros livros. Agora devo ler este.

    continua com a saga e boas leituras.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Pat. Ainda bem que te convenci. Eu adoro os 4 primeiros Magos. Acho que é do melhor que a fantasia tem.

      Eliminar
  3. Excelente!

    Para mim a melhor saga no universo de Feist=)

    A Janny Wurts escreve outros livros que valem muito a pena.

    Abraço Luís!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se dizes que é a melhor saga do universo de Feist ainda me deixas com mais vontade. Não pode ser que os próximos livros ainda devem demorar! Esperemos que não seja muito tempo.

      abraço!

      Eliminar
  4. Olá,

    Embora goste da existência de fantasia nos livros, parece-me que este é mesmo do tipo de livro que gosto, logo devo ler.

    Mais um excelente comentário, mas algo que já se torna usual referir :D

    Abraço e boas leituras!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fiacha, se é o teu estilo, então vais gostar de certeza. Fico à espera da tua opinião!

      abraço!

      Eliminar
  5. Gostei mesmo muito desta opinião e lá terei de comprar o livro! Continua com o excelente trabalho.

    ResponderEliminar
  6. Foi graças a este blog que comecei com O Mago. Li os 4 primeiros e agora vou ler este depois desta opinião.

    Boas leituras!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vasco, ainda bem que te convenci a ler o Mago. Depois quero saber a opinião a este.
      Boas leituras!

      Eliminar
  7. Olá!
    Tenho de o ler =D

    Tens um selo para mim no meu blog!

    Beijinhos e boas leituras!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Maria!

      Obrigado! Vou já buscar!

      Bjs e boas leituras!

      Eliminar
  8. por acaso ainda so li o primeiro licro mas ando a acabar o segundo e ja encomendei o 3º. sabem se este da filha do imperio aparece o pug ? =) e a minha personagem favorita, tiria pena se o tiraxem

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá julio.
      Tudo bem?

      O pug aparece um bocado. Não digo quando para não estragar a surpresa :)

      Eliminar