quarta-feira, 17 de abril de 2019

INTRODUÇÃO AO DESENVOLVIMENTO DE JOGOS EM ANDROID


Autor: Ricardo Queirós & Alberto Simões




Sinopse: Segundo a Google, "três em quatro utilizadores Android jogam jogos". Com mais de mil milhões de utilizadores Android ativos, os jogos assumem hoje em dia um papel fundamental. A Google Play Games, a rede social de jogos Android, recebeu mais de 100 milhões de novos utilizadores no primeiro semestre de 2014, tornando-se na rede de jogos móveis com o mais rápido crescimento de sempre. Estes números impressionam e são o mote para a escrita desta obra dedicada ao desenvolvimento de jogos que tem como principal objetivo ensinar todos aqueles que se estão a iniciar no desenvolvimento de jogos para dispositivos Android.



Aqueles que seguem o meu blog e o meu canal com regularidade provavelmente já sabem que adoro ler e jogar, mas que a minha vida profissional passa pela informática. Com esta mistura, é claro que desenvolver jogos é sempre um prazer. São muitos os leitores que me perguntam sobre como começar a desenvolver jogos, e a minha resposta é quase sempre a mesma: "fazer cursos online e ler bons livros sobre o tema". 

Posto isto, achei que seria interessante falar um pouco sobre este livro, um livro que é uma boa introdução, mas que, por ser abrangente, também ensinará algumas coisas a profissionais do ramo. No entanto, este é um livro focado em alguém que não sabe nada do assunto.

Com esta ideia em foco, devemos primeiro salientar que este livro tem uns anos, poucos, mas que nesta área são importantes, pois tudo se desenvolve muito depressa. No entanto, e tendo em conta que estamos a falar de uma introdução, este livro continua a ser bastante atual e uma das melhores opções em língua portuguesa. Talvez seja mesmo o melhor livro no mercado para quem queira começar a desenvolver jogos para um smartphone.

Com uma escrita simples e acessível, apreciei a forma como os autores vão explicando as coisas numa linguagem menos técnica, para que qualquer coisa sem conhecimentos de informática possa entrar neste mundo. Claro que quem souber programação terá mais facilidade, mas o livro é bastante fácil de acompanhar, principalmente por três motivos: O primeiro é a forma como está montado e como vai evoluindo, o segundo está nos exemplos que são dados, e a terceira está no facto de o livro nos acompanhar enquanto vamos criando o nosso próprio jogo com a ajuda destas páginas. O que temos aqui é um livro que nos vai dizendo que passos tomar para criarmos um jogo 3D com o motor de jogo Unity, atualmente o motor mais usado no mundo por pessoas e empresas com orçamentos mais baixos.

E dá uma enorme satisfação vermos um jogo a ser criado por nós. Graças a isso o livro é bastante viciante, leva-nos a criar novas dúvidas mas também a pensarmos sobre o que estamos a aprender, levando-nos a um bom processo criativo enquanto desenvolvemos o nosso jogo.

Gostei bastante deste livro e recomendo-o a qualquer coisa que queira começar a desenvolver jogos. Fiquem atentos que nos próximos dias irei publicar um vídeo no canal sobre vários livros de programação.

Luís Pinto


Sem comentários:

Enviar um comentário