terça-feira, 7 de abril de 2015

DA TERRA À LUA


Autor: Júlio Verne

Título original: From the Earth to the Moon




Sinopse: Após a Guerra da Secessão, a nação americana vive um longo período de paz. Porém, um grupo de peritos em projécteis e balística avesso ao ócio vê-se subitamente sem missões nem objectivos. Urgia encontrar um novo inimigo e territórios inexplorados neste planeta ou noutros mundos desconhecidos.
Elegendo a Lua como a nova fronteira da humanidade, os cientistas concebem uma cápsula tripulada, disparada por um gigantesco canhão a pólvora, destinada a explorar o solo lunar.
Da Terra à Lua é um clássico e uma obra fundamental da ficção científica. Escrita em 1865, cento e quatro anos antes da chegada do Homem à Lua, é tida como uma obra visionária de Júlio Verne.



A mítica obra de Verne ao ser lida hoje tem tanto de fantástica como de estranha tal é a diferença de conhecimento que temos atualmente com o que Verne tinha em 1865. E é nessa mistura de conhecimento que avançamos numa obra que rapidamente percebemos ser visionária. 

Enquanto lemos estas páginas, podemos pensar que muito não faz sentido, mas é ao tentarmos regressar a esta era que percebemos o quanto Verne foi único no seu tempo, um verdadeiro génio, e é por isso que os seus livros ainda hoje são lidos, admirados e aplaudidos. Quantos autores podem gozar desta imortalidade da sua obra?

Com uma escrita que mostra a sua idade, elegante e pausada, Verne leva-nos por uma fantástica viagem que ultrapassou os sonhos do ser humano e o levou a acreditar que um dia seria possível. É a constante evolução do ser humano que sentimos neste livro e sentimos que daqui a cem anos, outros leitores terão a mesma sensação ao lerem os nossos atuais livros de ficção científica. 

Verne demonstra um poder inato, e raro, de conseguir captar a atenção do leitor. A facilidade com que consegui visualizar as suas ideias, por mais estranhas que agora nos possam parecer, é a prova da genialidade de um homem que via à frente do seu tempo. O enredo, intenso e interessante é apenas mais um trunfo num livro que nos dá detalhes em cada página, levando-nos a perceber o quanto o autor conseguiu criar uma imagem coesa e global de uma viagem que era naquela altura tão impensável como é atualmente para nós atravessar um buraco negro... simplesmente não sabemos o que poderá acontecer, mas Verne consegue criar algo que parece extremamente credível para o seu tempo.

Falar mais sobre o génio de Verne é irrelevante. Todos nós sabemos o quanto o autor transformou um género e colocou os seus leitores a sonhar. Se Verne fosse vivo nesta nossa era, e se tivesse a mesma genialidade, que barreiras poderia a sua criatividade quebrar? Um livro obrigatório para os fãs de FC.

Luís Pinto 

4 comentários:

  1. Excelente texto as always :)

    ResponderEliminar
  2. Nunca li mas vou estar de olho na próxima feira. Está na lista mesmo não sendo o meu género, vem comigo.

    ResponderEliminar
  3. Uma verdadeira obra prima. Gostei bastante da forma diferente com que abordaste este livro. Em vez de falares da história, deste a volta e convences qualquer um acho eu a comprar este livro. Já o li duas vezes e é mesmo fascinante.

    Abraço

    ResponderEliminar
  4. Olá!

    Gostei muito da tua opinião. Já conhecia o livro, mas nunca tinha visto nenhuma opinião sobre ele. Gosto muito de Julio Verne.

    Boas leituras.

    ResponderEliminar