terça-feira, 24 de setembro de 2013

MYSTIC RIVER


Autor: Dennis Lehane


Sinopse: Sean Devine, Jimmy Marcus e Dave Boyle são três amigos de infância. Um dia, um estranho carro parou na rua onde brincavam. Dave é levado pelos homens do carro, os outros ficam no passeio e algo de terrível vai acontecer que acabará com a amizade dos três e mudará as suas vidas para sempre.
Vinte e cinco anos mais tarde, Sean é detetive de homicídios, Jimmy é um ex-presidiário dono de uma loja e Dave está a tentar controlar os seus demónios.
Quando a filha mais velha de Jimmy aparece assassinada, Sean é um dos detetives encarregados do caso.



Há alguns anos vi a adaptação cinematográfica deste livro e adorei. Havia uma densidade nas personagens que me deixou bastante agradado e agora que li o livro, as expetativas eram altas, mas não fiquei desiludido. Lehane, autor de outros livros que se tornaram êxitos no cinema, escreve com uma força quase palpável que nos desafia psicologicamente a continuar a ler, pensar e sentir o que os personagens sentem. Desde o primeiro instante que percebemos que estamos perante um livro que nos vai angustiar em certos momentos.

Como a sinopse nos diz, a filha de Jimmy é assassinada e será Sean o detetive encarregado de descobrir o culpado. Um dos primeiros temas que o livro aborda é a forma como o julgamento fica toldado quando conhecemos as pessoas que estamos a investigar, mas, tal como a própria investigação, também este tema é deixado para segundo plano apesar de ter um grande peso. O que quero dizer com isto é que, apesar de qualquer leitor fazer a sua própria investigação, ser esta busca que faz o livro continuar e ter na descoberta do assassino a grande motivação para continuar a ler, este livro é muito mais do que isso. É um livro sobre fantasmas, sobre passados que não se esquecem nem são esquecidos por outros, e sobre como o ambiente onde vivemos também nos molda e nos empurra por certos caminhos.

Até que ponto um momento nos muda para sempre? Até que ponto um único momento fará todos olharem-nos de forma diferente? O que nos dá a justiça feita pelas próprias mãos? O que sente um pai que perde a sua filha? Estaremos nós condenados a perseguir os "nosso demónios" ou teremos o controlo de nos afastar e apagar o passado?

Todas estas perguntas estão presentes neste livro, interligadas, prontas a surpreender o leitor. O autor usa uma narrativa forte e objetiva enquanto constrói as suas personagens com uma facilidade e profundidade que se nota desde o início. Nas personagens é difícil esquecer Dave, o homem que leva este livro para outro nível de carga psicológica e que é o criador de todas as dúvidas que o livro nos dá. simplesmente fantástico do início até ao fim e um exemplo forte das cicatrizes que a mente humana pode carregar.

No enredo é preciso salientar que o autor não se limita a ter como caminho a investigação. Lehane explora vários caminhos, expande a investigação ao nível pessoal de cada personagens e a história torna-se coesa e coerente, levando a que a revelação final faça todo o sentido. Neste aspeto é preciso enaltecer a facilidade com que o autor nos dá pistas claras sobre o culpado e nós não as vemos, pois a carga psicológica não deixa o leitor ver com clareza o que se passa. Muito bom!

Mystic River é um dos melhores livros que já li dentro do género. Forte, denso, enganador e com uma grande carga psicológica. As personagens são fantásticas e o enredo acaba de forma perfeita. Totalmente recomendado a quem goste do género.

Luís Pinto

6 comentários:

  1. Uma análise muito interessante. Ainda não li nem vi o filme mas fiquei muito curiosa. Acho que nunca vi o livro à venda vou ter de o procurar.

    ResponderEliminar
  2. É um género que cada vez gosto mais e vou procurar o livro. Vi o filme quando saiu e gostei bastante. O Penn está em grande!

    Grande análise.

    Abraço

    ResponderEliminar
  3. Não fazia ideia que era um livro. O filme é muito bom. Já o vi duas vezes e consegue sempre criar uma tenção poderosa. Vou de certeza comprar o livro. Obrigada pela sugestão Luís. Parabéns pela excelente análise.

    Bjs

    ResponderEliminar
  4. Vi o filme e li o livro em inglês. Se soubesse que iriam lançar em PT teria esperado. Concordo com tudo o que dizes: é um livro forte com excelentes personagens e o autor vai dando pistas que não captamos. é dos meu preferidos dentro do género e um dos melhores do autor.

    Abraço

    ResponderEliminar
  5. Olá,

    Parece um livro bem interessante e é um género que até gosto bastante :)

    Abraço

    ResponderEliminar
  6. ola
    tenho o livro na minha estante, fiquei com vontade de ler :)

    ResponderEliminar