segunda-feira, 16 de julho de 2018

BREVE HISTÓRIA DA EUROPA

 
Autor: Raquel Varela
 
 
 
 
Sinopse: Breve História da Europa - Da Grande Guerra aos nossos dias é um ensaio histórico sobre os principais acontecimentos que marcaram o continente entre 1917 e 2017, num olhar aguçado sobre as dinâmicas sociais de um século. Do militarismo imperialista à Revolução Russa, da crise de 1929 à Segunda Guerra Mundial, do fim do pacto social à crise da União Europeia, passando pelas descrições empolgantes do Maio de 68 e da Primavera de Praga, Raquel Varela coloca o trabalho e as suas relações políticas e sociais no centro das grandes mudanças que ocorreram nos últimos 100 anos.
Este é um livro que levanta questões provocadoras e nos dá respostas sérias e rigorosas.
Terá sido o apocalipse da Segunda Guerra Mundial - o episódio mais brutal da história da Humanidade, com a perda de 80 milhões de pessoas - a resposta de uma classe suicidária à crise de 1929? E o século XX, que começou (ainda que não oficialmente) em 1917, terá terminado em 1989 com a queda do Muro de Berlim, ou em 2008, com o fim do pacto social europeu?
 
 
 
Sempre fui apreciador de bons livros que conseguem percorrer uma época, explorando acontecimentos e ensinando ao leitor o que realmente é importante dentro de uma certa área. Neste caso, temos aqui um livro que olha para a Europa e, com grande foco nas questões políticas, sociais e económicas, explora os grande acontecimentos dos últimos cem anos.
 
Acima de tudo, gostei da forma como a autora estruturou o livro, levando a que cada página estivesse de alguma forma ligada à seguinte, quer fosse direta ou indiretamente. O livro avança com suavidade apesar de a escrita ser lenta para percebermos os detalhes necessários para a compreensão do livro como um todo. Quando acabamos o livro é fácil perceber como a autora quis desde o início explorar as ligações existentes durante todos estes anos e como acontecimentos de há muito tempo ainda influenciam os acontecimentos de hoje. Claro que tudo isto é bastante óbvio, mas a forma como o livro explora essas ligações faz a diferença.
 
Outro aspeto positivo deste livro, e talvez o mais importante para que qualquer leitor o aprecie, está no facto de a autora conseguir oferecer o conhecimento necessário para que um leitor nunca esteja fora do contexto. Apesar de já ter lido vários livros sobre o tema, tentei constantemente perceber como seria se este fosse o primeiro livro lido dentro do tema, e acho que nunca me sentiria deslocado, sendo este facto muito importante para percebermos tudo. 
 
Globalmente, o que é atrativo neste livro é o facto de abordar vários temas, várias nações, dando uma visão bastante global. Todos nós podemos ler um pouco mais sobre um ou outro tema dentro da História da Europa, mas este livro consegue ser bastante amplo, abordando as várias nações, vários acontecimentos e, claro, os fatores externos à europa e que muita importância tiveram. Pelo meio, muitas perguntas respondidas, outras sem resposta para que o leitor questione e tire as suas conclusões e quem sabe, perceber alguns sinais que poderemos ter no futuro.
 
Luís Pinto
 
 
 
 

Sem comentários:

Enviar um comentário