segunda-feira, 24 de outubro de 2016

AS GRANDES AGÊNCIAS SECRETAS


Autor: José-Manuel Diogo





Sinopse: As Grandes Agências Secretas dá a conhecer os bastidores de entidades tão desconhecidas e enigmáticas quanto sigilosas, desde a origem, o significado dos nomes, as funções, onde operam, as missões, as operações clandestinas, onde estão sediadas…




Como grande estudioso que tento ser em relação à História da espionagem, não poderia deixar de ler este livro. De imediato captou-me a atenção, mesmo tendo em conta que já li vários livros sobre o mesmo tema.

Com uma escrita simples o autor levou-me facilmente por estas páginas e agradou-me o enquadramento que é dado para cada caso. Foram vários os momentos em que senti que o autor tentou, e bem, escrever um livro que fosse acessível a qualquer leitor, mesmo a quem nunca leu sobre o género. Com esse esforço, um livro que é sobre um tema pesado, foi fácil de ler, e mesmo tendo em conta que muito do que li já sabia graças a outras leituras, a verdade é que o livro me agarrou até à última página. 

Com esta acessibilidade como primeiro trunfo, depois facilmente se entra no contexto de um livro que demonstra um bom trabalho de investigação do autor. A forma como vai aprofundando nos factos está bastante bem conseguida e ajuda até a criar alguma ligação entre as várias agências. A isto juntam-se ligações a outros factos históricos que se tornaram no resultado de muito do que estas agências fizeram. Neste aspeto o autor poderia ter explorado melhor algumas consequências de algumas missões para se perceber a totalidade do seu impacto, mas também acredito que isso poderia tornar este livro em algo mais pesado e lento.

Como nota positiva está a forma como o autor tenta explicar o porquê de algumas missões de um ponto de vista político. A razão para algumas missões é um fator bastante importante, quer em termos políticos ou religiosos, mas também financeiros ou geo-estratégicos, com um bom foco na espionagem interna e externa de cada país. Outro aspeto sempre positivo neste tema é quando o autor consegue, mesmo que indiretamente, demonstrar as diferenças entre os vários serviços secretos aqui explorados.

Globalmente, este é um excelente livro para nos iniciarmos neste tema. Consegue manter o leitor interessado com uma narrativa de ritmo constante e muitos factos históricos à mistura que tornam a leitura mais apetecível e mais próxima do "mundo do leitor". Se gostarem deste livro, poderão depois passar para leituras mais densas, mas para uma viagem inicial ao mundo da espionagem, esta é uma boa escolha.

Luís Pinto

Sem comentários:

Enviar um comentário