quarta-feira, 28 de agosto de 2013

2050 MEGAMUDANÇA


Autores: Daniel Franklin & John Andrews

Título original: Megachange - The world in 2050



Adivinhar o futuro não faz parte do enorme leque de capacidades da mente humana, mas o estudo das tendência globais pode dar uma ideia do que estará para vir. Este livro, começa pelo essencial num livro destes: explicando que tudo o que iremos ler é o que os estudos indicam, e como tal, estarão sugeitos a erros, para tal basta uma mudança radical em algum local do nosso mundo. Imaginem se o Facebook não existisse... publicidade, internet, mercado de smartphones, tudo isso estaria diferente a uma escala mundial. Isto é o que ninguém pode prever. Mas existem tendências, e é o que este livro nos oferece.

Qual será a evolução tecnológica da China? E do Japão? Quais serão as tendências políticas da Europa? Que fontes de energia iremos explorar? Qual o caminho da religião? Conseguiremos encontrar cura para todas as doenças? A tecnologia está a ligar-nos ou a separar-nos dos que nos rodeiam?

Em primeiro lugar devo falar da organização deste livro, que está excelente. Divido entre economia, saúde, política, tecnologia, biologia, religião, etc... o livro está muito bem estruturado e existe uma ligação óbvia entre os vários tópicos, permitindo uma leitura fácil a quem estiver interessado no tema. Claro que quem não estiver interessado nestes estudos, não passará a ficar com este livro, pois a narrativa nunca é enfatizada nem sensacionalista, o que, sinceramente, gostei bastante. A leitura é fácil mas a narrativa nunca nos tenta convencer a gostar ou a acreditar. Cada leitor é livre e deve questiona o que o livro propõe, e também questionar/pensar sobre o que está a ler.

Foram muitas as curiosidades que aprendi com este livro. Cheio de gráficos para uma melhor compreensão, e com algumas explicações histórias para percebermos o passado das atuais tendências, esta obra conjunta será interessante de voltar a ser lida perto do ano de 2050. Sendo o 4º livro que leio sobre o tema, este parece-me o mais bem conseguido, pela forma como fundamenta as suas ideias e como simplesmente argumenta sem tentar impressionar o leitor com factos que possam parecer apenas para empolgar a leitura.

Por aqui, parece que a qualidade de vida de todos irá melhorar. A desigualdade irá continuar e iremos ver muitas alterações políticas que já se fazem sentir.  A questão é: estaremos preparados para o futuro? O ser humano tem a rara capacidade de adaptação, mas, o que nos rodeia terá a mesma capacidade de se adaptar a nós?  

Não há muito mais que possa dizer sobre este livro. Fica aqui a minha recomendação a quem estiver curioso, pois o livro parece-me acima da média dentro do género. Bem estruturado e abrangente nos fatores mais importantes da nossa vida enquanto grupo dominante neste planeta, 2050 oferece uma interessante e coerente visão sobre o que poderá acontecer. Para já é certo: a evolução irá proporcionar enormes mudanças. Voltarei a lê-lo daqui a alguns anos. Se ficaram curiosos, é um livro a ser lido.

Luís Pinto 

5 comentários:

  1. Fiquei com bastante curiosidade. Nunca li um livro deste género e estou a ver que deve ser bem interessante.

    Abraço

    ResponderEliminar
  2. Também fiquei curiosa.

    ResponderEliminar
  3. Também nunca li nada do género mas parece-me interessante. Vou dar uma olhada nas lojas. Beijinhos e obrigada pela sugestão.

    ResponderEliminar
  4. Olá Luís,

    Não conhecia e parece-me muito interessante. Não daria nada pelo livro a ver pela capa mas as ideias que passas parece-me boas. Vou ver se o encontro numa loja e desfolheio um pouco.

    Boas leituras!

    ResponderEliminar
  5. É mesmo um livro interessante para quem goste do tema. Se lerem, digam-me se gostaram de alguma parte em particular!

    Boas leituras!

    ResponderEliminar