sexta-feira, 21 de junho de 2013

UMA PROMESSA PARA TODA A VIDA


Autor: Nicholas Sparks

Título original: A bend in the road


Quando me ofereceram este livro não estava nos meus planos voltar tão cedo a ler este autor. Não sendo um dos meus géneros preferidos, gosto de dar espaços entre livros para não cansar. No entanto, o último e único livro que li do autor, tinha demonstrado um lado negro que me agradara e surpreendera. Sendo assim, numa altura em que tenho menos tempo para leitura e o cansaço pede algo menos complexo, regressei a Nicholas Sparks.

Foi uma leitura agradável, dentro do que esperava. No início do livro começamos a perceber o enredo e a verdade é que a grande maioria do mesmo não surpreende quase até ao fim. O autor foi, durante grande parte do tempo, pelo caminho que esperava, sendo que apenas no fim me surpreendeu.

A história é bonita apesar de tocar em temas complicados, sendo o luto o mais difícil de abordar. É verdade que a história é leve, a narrativa fácil e com o objetivo de oferecer emoções aos leitores, mas o luto está sempre presente, e a partir desse tema o autor agarra noutros, como na falha educacional que uma criança poderá ter pela falta de um dos pais e a sensação, em alguns momentos, de impotência de quem educa uma criança sozinho.

Dentro do género, as personagens são interessantes e coerentes, e facilmente nos preocupamos. Existe, na minha opinião, um ou outro momento mais forçado nas suas decisões, mas nenhuma que seja relevante para a história. História essa que pode ser vista de duas formas, alterando toda a experiência de leitura: podemos olhar para este livro como algo suave e dentro do romance que tornou o autor famoso, ou podemos tentar ver o lado mais sombrio, onde existe a luta interna de algumas personagens. O autor explora bem essa parte mas nota-se que poderia ter tornado a leitura mais forte, o que levaria o livro para um ambiente mais sombrio e que não seria o objetivo. E esse tema é a perda de alguém, qualquer que tenha sido o motivo.

É com essa perda que Miles se tornou a personagem que mais gostei, pois vive o pesadelo que todos nós já tivemos em alguma noite: perder a pessoa com quem sonhamos ficar a vida toda. Pouco ou nada nos pode preparar para a perda da pessoa com quem partilhamos toda a nossa vida, aquela pessoa que é o alicerce e que está sempre presente, que nos completa. E depois o que fica é a responsabilidade de educar sozinho uma criança, sabendo que nunca conseguirá compensar o que lhe falta. Tudo isto misturado com revolta.

Se tivesse de resumir este livro, diria que é uma luta contra a traição que a vida pode ser. Por vezes pensamos que temos tudo definido e algo acontece. Por vezes pensamos que já não precisamos de lutar, que tudo foi conquistado e agora é viver, e algo acontece. A vida é isso mesmo, o que não estamos à espera, e este livro é a luta naqueles momentos em que queremos desistir e sabemos que não podemos. Temos de seguir em frente e encontrar novos amores.

Quem gostar do género e quem gostar do autor, certamente tem aqui mais um excelente livro. No meu caso, como disse no início, neste género de livros estou sempre à espera de algo mais negro e intenso, no entanto, mesmo não sendo o meu género preferido, é fácil perceber o porquê do êxito do autor, pois consegue notar-se que gosta de agarrar os leitores transmitindo emoções que nos fazem preocupar com as personagens, tendo principalmente o público feminino como alvo.

Luís Pinto

7 comentários:

  1. Olá Luís. Gostei muito da tua análise e dos temas que falas. é um livro a ser sem dúvida. Percebo que preferisses algo mais negro mas quando falas destes temas fico cheia de vontade de ler o livro.

    Bjinhos

    ResponderEliminar
  2. Agora ainda fiquei com mais vontade!

    ResponderEliminar
  3. Gosto muito do autor e também da forma mais forte com que abordas os seus livros, tanto este como o anterior. Vou comprar quando a carteira o deixar.

    Boas leituras!

    ResponderEliminar
  4. Adorei este livro!

    Parabéns pela crítica! Gostei muito do teu ponto de vista.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  5. Por acaso estava à procura de um livro para dar à minha mãe, e agora já sei qual dar :)

    ResponderEliminar
  6. Espero que gostem! Obrigado a todos pelos comentários!

    ResponderEliminar
  7. para si qual a parte mais e a menos interessante desta obra ??

    ResponderEliminar