segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

A ÉTICA DAS FINANÇAS


Autor: Robert J. Shiller

Título original: Finance and the good Society




Sinopse: A reputação da indústria financeira, no doloroso rescaldo da crise de 2008, não podia ser pior. Robert Shiller não é apologista dos pecados financeiros; é, provavelmente, a única pessoa a ter previsto tanto a bolha do mercado de ações de 2000 como a bolha imobiliária que levou ao colapso das hipotecas subprime. No entanto, neste livro, importante e oportuno, Shiller argumenta que, em vez de condenar as finanças, é antes necessário recuperá-las com vista ao bem comum. 


Hoje trago-vos um livro diferente e, portanto, uma opinião diferente. Li este livro porque o tema me interessa e porque Shiller é um dos grandes nomes da Economia mundial (ainda há uns dias veio a público afirmar que Portugal é o melhor país para se investir). Com uma escrita interessante, Shiller tenta descortinar o que nós, povo, podemos ganhar com a economia, o quanto ela nos mudou a vida, e o quanto a economia precisa de ser alterada para que se revitalize.

Sendo apenas um livro para quem se interesse pelo assunto, Shiller tenta falar numa linguagem que seja acessível a quem tenha poucas noções da área, podendo um leitor sem grande conhecimentos de economia entrar neste mundo e perceber os conceitos básicos que sustentam a economia e, principalmente, as teorias do autor. Assim, direto e com uma narrativa inteligente e bem montada, vemos como o autor acredita que o mundo económico deve sustentar os bens de cada pessoa, tornando-se mais claro, mais justo e com um objetivo delineado de ajudar à sustentação de cada um. 

De forma global, enquanto demonstra algumas teorias falhadas e algumas causas para o estado atual da economia, o autor afirma que a criatividade é fundamental na economia para que a mesma possa evoluir em vez de estagnar nos conceitos das últimas décadas. Com o fosso entre ricos e pobres cada vez maior, Shiller apresenta o porquê desse fosso, algumas ideias para o combater e o que temos de mudar na mentalidade, deixando de olhar para a economia como apenas acessível a alguns, dando oportunidade a todos para gerirem e terem maiores noções do que a economia lhes pode oferecer.

Não existe muito que possa analisar neste livro. Esta minha análise é mais para vos recomendar um livro que me interessou bastante dentro do género e que por ter uma linguagem acessível, recomendo a quem queria mergulhar no mundo da economia, percebendo algumas tendência, desmistificando alguns problemas, respondendo a algumas perguntas, convidando o leitor a estudar este mundo.

Luís Pinto 

Sem comentários:

Enviar um comentário