quinta-feira, 29 de novembro de 2012

NORWEGIAN WOOD


Autor: Haruki Murakami

Título original: Noruwei no Mori




O primeiro livro que li de Haruki Murakami, um dos melhores escritores do momento, e fiquei completamente fascinado. A escrita de Murakami é fantástica e a forma como o autor descreve personalidades e locais, é diferente de qualquer outra, tornando-o único.

Esta é a história de Toru Watanabe e o triângulo amoroso na sua juventude. Em pano de fundo vemos a revolta juvenil contra os poderes políticos e a degradação dos valores morais que levarão Toru e os seus amigos a querer algo mais, algo com significado. Toru, uma personagem muito bem construída, é apenas mais um jovem num país onde as expectativas prendem os jovens, levando-os a uma vida de stress e de medo por falharam aos sonhos dos pais e de uma nação.

A escrita de Murakami não é fácil e neste livro envolve-nos numa mistura de sentimentos e sensação de que a morte está sempre perto, pronta a atacar. E por isso digo que este livro não é para todos, pois as suas páginas estão cheias de dor, sensualidade e hipocrisia daqueles que falam e raramente agem. O autor explora os diálogos (bem construídos e vastos) como forma de avançar na história e explorar personagens (distintas e encaixam na perfeição na história). Consegue-o na perfeição, e obriga o leitor a continuar juntamente com as personagens... mas nem todas as mentes estão preparadas para agarrar a felicidade. A decisão é algo que, por vezes, custa, e vem com um preço. E aqui, todas as personagens irão pagar.

O que leva uma pessoa a desistir de tudo? Que sensação tão angustiante e asfixiante será a que leva uma pessoa a suicidar-se, abandonando família, amigos, e todos os prazeres da vida, sabendo que nada reside depois disso? Talvez seja na dor ou na paixão, que a lógica desaparece...

Com um enredo duro, visualmente forte, triste em muitos momentos e arrebatadora em muitas das suas páginas, a beleza da vida está sempre presente, mesmo que escondida do nosso olhar. Personagens, ambiente, história... Murakami consegue tudo de forma magistral, levando-nos à mente de Toru, percebendo esta personagem com a facilidade que apenas alguns autores conseguem colocar por palavras.

O final, fantástico, arrebatador e repleto de significados, é apenas mais um exemplo da maturidade necessária para percebermos este livro e sermos atropelados pelos seus significados... pela sua dor, a dor dos jovens que cresceram agarrados a algo e acabaram por perder esse apoio.

Um livro fantástico de um autor que me conquistou facilmente, em poucas páginas. Murakami tem uma escrita pausada, que nos obriga a pensar e que torna o livro lento, mas cheio de significados. O enredo é forte e cruel, e não será um livro para qualquer leitor, mas trata-se de uma obra fantástica e que marca quem a ler. Murakami é um autor a seguir.

E se no fim, nos esquecemos do que é realmente importante nas pessoas que amamos?


10 comentários:

  1. Pedro Arrudanovembro 29, 2012

    Que opinião formidável da tua parte. Parabéns. Ainda ia a meio e já estava convencido. Vai para a lista.

    ResponderEliminar
  2. Uma crítica ao teu nível, sempre lá em cima. Parabéns. Há muito que oiço falar deste autor mas nunca tive grande interesse. Agora deixaste-me com vontade. Vou dar uma vista de olhos.

    ResponderEliminar
  3. Interessante ver como tu elevas a qualidade da tua crítica consoante o livro que analisas. Muito bom. Parabéns!

    ResponderEliminar
  4. Já me estou a sentir mal por nunca o ter lido.

    Grande texto.

    Abraço

    ResponderEliminar
  5. Parabéns pela excelente crítica. Li este grande livro há uns meses e estiveste excelente na apreciação.

    ResponderEliminar
  6. Bela dica ;)

    Sei que não tem nada a ver mas, aproveito para te deixar aqui o meu blog dedicado aos produtos da Avon! Sempre que quiseres algum produto nosso, não hesites e vem falar comigo ;) Já temos a nova campanha para o próximo ano, por isso não percas tempo!!!
    Beijinhos *
    http://martaaraujoavon.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Araúja. Não te preocupes. Sempre que quiser um produto, lembro-me de ti!
      Beijinhos!

      Eliminar
  7. Obrigado a todos pelos comentários!

    ResponderEliminar
  8. Luis,
    gostei bastante da tua opinião. Este foi um dos livros que mais gostei de ler do Murakami mas também no geral. É uma obra fantástica. Sou um fã deste autor e já li várias das suas obras que recomendaria sem reservas.
    Abraço.

    ResponderEliminar
  9. Vou começá-lo agora mesmo. Dele, já li "Crónica do Pássaro de Corda" e fiquei completamente fascinado... Infelizmente, este "Norwegian Wood" já não está no mercado, tive sorte porque o encontrem na Bulhosa, no armazém.
    Boas leituras!

    ResponderEliminar