sexta-feira, 5 de agosto de 2016

A MEMÓRIA


Autor: David Baldacci

Título original: Memory man




Sinopse: A Memória é um livro poderoso e surpreendente: a história de um homem dotado de uma memória perfeita e perseguido por um crime sangrento. Ele não se consegue esquecer de nada - mas há uma noite que ele gostaria de apagar para sempre da sua mente… Ou então descobrir finalmente quem destruiu o seu mundo.




Quando se lê muitos livros todos os anos, cada vez se sente mais que existem menos livros capazes de nos surpreender. Este foi um livro que li porque gostei da originalidade da sinopse. Já há alguns anos li vários estudos sobre esta condição cerebral que leva uma pessoa a recordar e reviver tudo como se estivesse a acontecer naquele momento, levando a que os acontecimentos mais negros da vida de cada pessoa estejam sempre presentes, originando, por vezes, a depressões devido ao constante sentimento de tristeza ou dor.

O ponto mais positivo deste livro é a forma como o personagem principal está criado. Coerente, inteligente, emocional, liguei-me ao personagem com facilidade e o autor consegue criar uma atmosfera constante em que sentimos a dor e a angústia do personagem. Com esse ambiente o enredo torna-se negro, quase claustrofóbico, deixando o leitor num estado em que a ansiedade o leva a acelerar a leitura.

Apesar de alguns momentos mais arrastados ou forçados, a grande generalidade do livro está montado de forma a deixar pistas que devemos descobrir, mas o final acabará sempre por surpreender. Com um ritmo em crescendo, a originalidade do enredo empurrou-me até às últimas páginas e deixou-me com vontade de ler mais sobre este personagem. Aliás, o enredo é principalmente focado neste homem, levando a uma ligação emocional em que vamos aprendendo a conhecer este homem ao mesmo tempo que ele se começa a conhecer a ele mesmo. E é ao estarmos ao mesmo nível que o personagem principal que o livro avança de forma viciante.

O final é coerente e inteligente, levando-me a juntar algumas pontas soltas que estavam bem disfarçadas desde o início do livro. Olhando de forma crítica para o livro, este é um enredo que surpreende pela positiva. Quando comecei a ler estas páginas foi por curiosidade e não por sentir que este livro seria muito bom... fiquei agradavelmente surpreendido. Enquanto thriller, este é dos melhores que li nos últimos tempos e que recomendo a qualquer fã do género. Fico a aguardar o próximo...

Luís Pinto

2 comentários:

  1. Convencida!

    Rakel

    ResponderEliminar
  2. Convenceste-me a ler este nos próximos tempos e olha que não dava nada pelo livro antes.
    Bjs

    ResponderEliminar