terça-feira, 5 de maio de 2015

MUNDOS PARALELOS


Autor: Michio Kaku

Título original: Parallel Worlds



Sinopse: “Em Mundos Paralelos, Michio Kaku revela o seu notável talento para explicar uma das mais estranhas e mais excitantes possibilidades que emergiram da Física moderna: que o nosso universo pode ser apenas um entre muitos, talvez infinitamente muitos, dispostos numa vasta rede cósmica. Recorrendo habilmente à analogia e ao humor, Kaku apresenta, com paciência, ao leitor, as variações sobre este tema de universos paralelos, desde a mecânica quântica, a cosmologia e, mais recentemente, a teoria M. A leitura deste livro proporciona ao leitor uma viagem maravilhosa, conduzida por um guia experiente, através de um cosmos cuja compreensão nos obriga a alargar os limites da imaginação.”



Após ter lido o muito bom A Física do Impossível, era impossível não regressar a este autor para mais um livro sobre muitos factos do que conhecemos de física e toda a especulação que podemos fazer sobre o mesmo.

Tal como o anterior livro que li de Michio Kaku, também este é muito bom. Kaku, como sempre, consegue tornar questões complexas em algo mais simples para que qualquer leitor as possa perceber e compreender onde está a base sustentável que leva à especulação do autor sobre certos temas. Aliás, o leitor deve ter em conta que apesar de estar tudo sustentado no que autalmente sabemos do nosso universo e física que nos rodeia, este é um livro especulativo em que muito faz sentido, mas também muito irá deixar-nos sem saber o que pensar, pois podemos estar perante um universo muito mais complexo do que parece inicialmente.

No entanto, e apesar do fantástico trabalho do autor, este livro é mais complexo do que o anterior que li, em que os temas explorados são mais quotidianos. Aqui entramos numa área sobre a qual não ouvimos todos os dias, e, por isso, se tivesse que aconselhar um livro para começarem a ler sobre estes temas, aconselharia primeiro lerem A Física do Impossível, em que Kaku explica vários conceitos básicos e que são importantes para a leitura deste livro.

Cheio de humor e recorrendo a exemplos do nosso dia a dia, Kaku consegue agarrar facilmente qualquer leitor que esteja interessado no tema, mas também acredito que muitos dos leitores que no início possam não estar assim tão interessados, acabem por se viciar neste livro devido a essas ligações que o autor faz entre teorias e a nossa vida normal,  quer seja com fenómenos por explicar ou até comparando algo a um filme que conhecemos.

Bem estruturado, principalmente na forma como vai aprofundando os temas, por forma a que o leitor não fique perdido, este livro é mais uma viagem muito interessante conduzida por uma dos escritor mais famosos dentro do seu género e que é o grande nome da física teórica. Muitas das questões aqui levantadas nunca terão resposta, outras apenas serão respondidas daqui a muito tempo, e provavelmente Kaku também não terá o prazer de ter muitas respostas antes de morrer, mas as suas questões são pertinentes e o seu pensamento esmagador, principalmente quando vemos possíveis realidades para o que nos rodeia. Se gostam do género, é mais um livro a ter na coleção, sem dúvida. Muito bom!

Luís Pinto

1 comentário:

  1. Pedro Galvãomaio 05, 2015

    Fantástico Luis. continua com este género. Estás a despertar-me um interesse que não tinha. Acho que vou comprar um destes dois livros do Michio e ver se gosto. Parabéns pelo texto.

    ResponderEliminar