quarta-feira, 20 de julho de 2016

STAR WARS: O ataque de Skywalker


Autor: Jason Aaron & John Cassaday

Título original: Skywalker strikes






Quando a Disney começou a desenvolver os novos filmes de Star Wars foi anunciado que muitos livros e jogos deixariam de fazer parte da História oficial (mais conhecida por canon) e passariam a ser chamados de Legends. Agora, em parceria com a Marvel (também parte da Disney) os comics de Star Wars regressam às livrarias para contar a nova história oficial. Após vários meses de lançamentos nos EUA, chegou finalmente a tradução do primeiro volume, chamado Star Wars – O ataque de Skywalker . Sendo o conjunto conjunto dos seis primeiros comics, a editora Planeta aposta forte no novo universo de Star Wars com tradução em Português.

Aqui no Ler y Criticar não poderíamos deixar de ler as aventuras de Luke Skywalker e ver se os nomes Marvel e Star Wars conseguem estar ao nível que lhes é exigido.

O ataque de Skywalker começa após o fim do Episódio 4, numa fase em que Luke começa a ganhar consciência de que a sua capacidade para usar a Força lhe trará responsabilidade, mas que sem Kenobi, será difícil evoluir nos seus conhecimentos. Por outro lado, a destruição da Estrela da Morte, que foi um rude golpe para o Império, é apenas o início, e agora Darth Vader procura pelo rapaz que conseguiu tal proeza.

Graficamente o livro está fantástico, aproximando-se bastante dos filmes, tentando recriar um design que se enquadre com o que vemos nos filmes e dando, ao mesmo tempo, uma sensação de ritmo bastante agradável. Outro aspeto interessante está no facto de, muito suavemente, os personagens nos darem detalhes que nos ligam aos filmes, quer seja com uma frase, com uma atitude, etc… Ver Han Solo a gritar com C3PO, ou Leia a desconfiar da capacidade de Solo em resolver as situações são apenas detalhes no meio de uma história interessante e que começa já a responder a algumas perguntas.

Apesar de focado na ação e em dar uma leitura com um ritmo forte, a evolução das personagens, mesmo em poucas páginas é conseguida e encaixa muito bem no que será o futuro. Aliás, o facto de sabermos o futuro poderia ser o grande problema deste livro, mas acaba por ser o seu trunfo. Nós sabemos o que acontecerá em O Império Contra-ataca, mas nestas páginas sentimos essa ligação, e vemos o universo de Star Wars a ser expandido, levantando questões sociais e políticas de guerra que os filmes não tiveram tempo de explorar. E é por isso que vale a pena ler estes livros. Existem aqui respostas e curiosidades que os fãs da saga irão adorar, bem como o regresso de alguns personagens sobre os quais queremos saber mais. Se são fãs da saga, então não existem razões para não lerem este livro!

Luís Pinto

Sem comentários:

Enviar um comentário