segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

O MAGO - As Trevas de Sethanon

 
Autor: Raymond E. Feist

Título original: A Darkness at Sethanon



Feist começou a sua Riftwar Saga com o excelente O Mago - Aprendiz. Personagens que me cativaram desde o início, uma escrita fácil, por vezes surpreendente e a junção de dois mundos que se revelaram desde o início muito interessantes. Quando acabei de ler O Mago – Mestre percebi o porquê de se tratar de uma saga com tantos fãs pelo mundo. Raymond E. Feist criara algo novo, refrescante, mostrando uma nova visão sobre a fantasia, sobre a magia e juntava ali uns conceitos básicos de Ficção Científica que adorei. Os personagens eram fantásticos, com Macros a deixar-me preso ao livro e com Tomas a afirmar-se como uma personagem simplesmente incrível, e tudo isto enquanto olhávamos para a sublime civilização de Kelewan. Com o terceiro livro, Espinho de Prata notei que Feist não mostrara tanta inovação como nos livros anteriores, mas apresentara personagens importantes como Jimmy e notava-se que o livro servia como introdução a algo maior, enquanto desenvolvia as suas personagens, tanto em poder como em maturidade, preparando-as para o livro final.

Este livro é simplesmente fantástico! De longe o meu preferido da saga, um dos melhores livros de fantasia que alguma vez li e sinceramente não sei quando irei ler outro que me agrade tanto quanto este. Um final de saga fantástico e a confirmação que estamos perante uma saga obrigatória!
Sendo um enorme fã dos livros anteriores, agarrei imediatamente este livro e se a espectacular capa me deixou de olhos abertos, ainda mais fiquei ao começar a ler e ver em letras grandes “Macros Redux”. Não era preciso mais nada para começar de imediato!
Neste livro Feist explica o essencial, tanto sobre a origem da magia, do mundo e o passado de muitas personagens, como também das origens do inimigo e as suas motivações. Este é o ponto alto do livro porque enquanto explica, Feist consegue criar fantasia pura, do melhor que alguma vez li, com Macros, Pug e Tomas em grande plano, sem nunca esquecer outras como Jimmy e até uma ou outra que serão verdadeiras surpresas e não irei aqui revelar.
Pelas suas páginas vemos criaturas novas, com histórias e passados que encaixam na perfeição, iremos ver novos mundos com uma qualidade que adorei, com descrições fantásticas, com grande esplendor gráfico e sendo cada uma delas uma lufada de ar fresco dentro do mundo literário da fantasia. 

Outro ponto a favor deste livro é o seu ritmo constante, tornando-o consistente, sempre agradável e cheio de acção e revelações. Os capítulos têm qualidade do início ao fim sem nunca usarem a estrutura de um capítulo que começa lento e acelera até ao ponto que queremos ler e nesse momento passamos para outro capítulo/personagem. Não, Feist não usa esse método. Feist mostra e explica o que nós queremos realmente ver e saber, essencial para um fim de saga.
Em relação às personagens, Tomas torna-se numa das melhores personagens da história da literatura fantástica e se já a considerava a melhor da história, agora estou completamente rendido a este rapaz que viveu duas vezes, com os seus constantes flashbacks que oferecem uma qualidade ímpar à história.
Com batalhas épicas, excelentes revelações, momentos de verdadeira magia literária, que nos levam a entrar no livro e imaginar cenários fantásticos, e ainda uma excelente mistura de fantasia com conceitos básicos de Ficção Científica, Feist arrisca em levar a sua saga por um caminho que poderá não agradar a todos, mas que me convenceu totalmente.

O final é coerente com todas as movimentações, mas pessoalmente queria algo diferente, pois a forma como Feist acaba o livro foi algo previsível do meu ponto de vista, o que destoa com todo o livro que foi um aglomerado de surpresas e surpresas. Existe ainda um outro momento no qual o autor foi previsível (até cheguei a torcer o nariz por ter percebido de imediato que tal iria acontecer), mas mais não falarei para nada revelar. Se olhar bem, no geral trata-se de um problema quase insignificante neste livro.

Resumindo ao máximo este livro e esta saga tenho que dizer o seguinte: A saga é excelente, absolutamente obrigatória e irei reler cada livro com o mesmo entusiasmo dentro de pouco tempo. Feist com a sua visão deste mundo conseguiu deixar-me de boca aberto.

Todos nós, que gostamos de fantástico, temos sempre uma ligeira preferência por diferentes aspectos deste género de livros. Uns preferem uma fantasia mais “Tolkien”, outros preferem uma fantasia mais “George R. R. Martin”, mas a qualidade nunca a negamos, e certamente a maioria nunca irá negar a qualidade deste livro.
Ao nível dos grandes clássicos, este livro é uma obra-prima e eu não o poderia recomendar mais. O ano ainda está longe de chegar ao fim, mas As Trevas de Sethanon estará sem qualquer dúvida, no top dos melhores livros de 2012! Repito: Fantástico!

50 comentários:

  1. nao conhecia esses livros, fiquei com curiosidade :)


    já agora podias-me ajudar a ganhar um concurso ? é só ir neste link e votar na foto1 (Isabel ) é a primeira , http://thexperfectxdrug.blogspot.com/2012/02/votacao-sorteio-dia-dos-namorados-com-o.html

    obrigada

    ResponderEliminar
  2. ...Oh Luis assim não dá... =)

    Eu já sabia que não devia ler esta cronica, agora vou ter que ir comprar esta saga.

    Afinal quantos livros são esta saga?

    Abraço

    ResponderEliminar
  3. RLacerda, lamento pela tua carteira.

    esta primeira saga passada no mundo Midkemia são estes 4 livros, a chamada Riftwar Saga. Depois existem outros livros, passados neste mundo, com as mesmas personagens e outras novas, mas que são novas sagas, com enredos principal distinto desta primeira saga.

    http://en.wikipedia.org/wiki/Raymond_E._Feist

    neste link podes ver bem todas as sagas que se forma posteriormente a esta. Qualquer dúvida pergunta!

    Abraço!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh valha me Deus, isso é uma catrefada de livros ... =(.

      E o fim desta saga de 4 livros tem fim, tipo a ultima folha não deixa nada em suspenso, nada que nos possa implorar por mais certo?

      Abraço.

      Eliminar
    2. sim, são muitos mas acredita que no fim deste livro ficas com a sensação que nada ficou por saber, pelo menos não mais do que em qualquer outra saga. Por isso se leres só estes 4 irás gostar e muito!

      Eliminar
  4. Pedro Vortexfevereiro 13, 2012

    Acabaste de me convencer a ler esta saga. 4 livros também não é assim tanto. Excelente texto.

    ResponderEliminar
  5. Depois desta crítica é impossivel não comprar estes livros. Estou mais que convencido.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. concordo. Mais do que convencido. Vou demorar a comprar os 4 livros, mas está garantido.

      Eliminar
  6. Convencido. Até se sente o entusiasmo nas tuas palavras!

    Cláudio

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. parece que o Luis gostou mesmo deste, o que me obriga a comprar. Já me habituei a comprar o que ele considera obrigatorio e ainda não me desiludiu. crítica muito fixe!

      Eliminar
    2. Se não fosse as opiniões deste blog esta série tinha passado ao lado. Entretanto fui ao goodreads e parece bom. Mas o entusiasmo do Luis convenceu-me.

      Eliminar
  7. Ricardo Rulezfevereiro 13, 2012

    Se em Fevereiro dizes que este livro é um dos melhores do ano e um dos melhores que alguma vez irás ler, então tenho mesmo de começar esta saga.
    também vi o link que deixaste e reparei que são mesmo muitos livros, mas acredito que cá não sejam todos editados, por isso vou mesmo arriscar. Ainda por cima dizes que esta saga acaba sem nada por ser revelado. Assim que a carteira o deixar compro o primeiro e até ao fim do ano devo ter todos lidos!

    E novamente um texto muito bem construido e esclarecedor!

    ResponderEliminar
  8. Yes! Eu bem sabia que tinha feito bem em apostar nesta saga! Vou comprar! Obrigada pela crítica Luis. Está genial! Destrois-me a conta bancária.

    ResponderEliminar
  9. Penso que acabas de me tirar uma dúvida,dado que quando saiu o 1ºlivro,eu gostei muito e li logo o 2º quando ele saiu,mas sinceramente não me agradou tanto como o 1ºe desisti de ler o 3ºmas agora vou ter de o ler,dado a tua opnião ser tão favorável.Ponho a hipótese de que quando li o 2º eu não estava para aí virada:)
    Parabéns pelas excelentes críticas,e quanto Ás Guerras dos Tronos,estou com o coração nas mãos á espera do que terá acontecido á minha personagem favorita,no ultimo livro 'Os Reinos do Caos'.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu apenas li o primeiro, o aprendiz, mas vou comprar o mestre ainda este mês. Também não esperava uma crítica tão favoravel, mas agora vai ter mesmo de ser tudo comprado.

      Eliminar
  10. Li o Mestre e adorei. Brutal e original. Tambem fiquei fã do Tomas mas sempre achei que a saga acabara ai. Depois vi a tua opinião ao Espinho de prata e fiquei à espera deste para tentar comprar os dois numa promoção. Pelo que li aqui não posso esperar muito. Estou entusiasmado com o que escreves-te!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Jonas, tem de ler o Espinho que também está muito bom. Este Trevas já estava na minha lista, mas vejo que agora terá de passar a prioridade. Não esperava uma crítica tão positiva e confesso que fiquei mesmo muito curioso. Parabéns Luis

      Inácio

      Eliminar
  11. uma vez mais uma excelente crítica e uma vez mais estou convencido a comprar. Para quando as Brumas?

    ResponderEliminar
  12. ola Luis. Uma vez obrigada por um texto tão esclarecedor e entusiástico ao mesmo tempo. Pelo que li esta saga passa imediatamente para a minha lista de aquisições, e irei espalha-las pelo ano inteiro que isto não anda fácil.

    Também estou à espera da tua opinião às Brumas, à trilogia milénio, etc!

    ResponderEliminar
  13. Aaaaaaaahhhhhh!!!! mais um para comprar! grande texto. Continua assim que nós adoramos.

    ResponderEliminar
  14. Já me tinhas convencido com o Mestre. vou comprar a saga!

    ResponderEliminar
  15. O teu blog está constantemente uns bons pontos acima da média. Um excelente trabalho na construção de críticas que não revelam nada e conseguem explicar os pontos fortes e fracos. Este livro parece ser mais do que um simples livro e portanto convenceste-me a olhar para esta saga com outros olhos!

    !Const!

    ResponderEliminar
  16. Mais um excelente texto e que me convence a comprar o livro. Se gostar tanto como tu, então valeu muito a pena. Parabéns pelo trabalho no blog.

    ResponderEliminar
  17. Também me convenceste e eu nem sequer sou fã de fantasia. Irei comprar. Não pares comas as tuas opiniões, que são magnificas!

    ResponderEliminar
  18. O meu livro chega amanhã dia 17/02/2012....

    ResponderEliminar
  19. digo-te que não estava à espera desta. Vou comprar a saga toda. A ver se há uma boa promoção.

    ResponderEliminar
  20. Ois Luís,

    Infelizmente (ou não :D) ainda não tive a oportunidade de ler este livro, que tal como o Reinos do Caos e o volume dois da serie Acácia ainda não tive a oportunidade de ler.

    Á muito que tenho andado a recomendar esta saga que quanto a mim teve um crescimento enorme no 3º volume e muito por culpa quer do novo vilão, do crescimento de Arutha enquanto personagem e claro de Jimmy, que quanto a mim veio dar um excelente contributo ao enredo (até me faz lembrar o bando de Locke Lamora de tão esperto que o rapaz me saiu LOL).

    Mas obviamente que existem outras personagens super interessantes e estou super curioso por saber mais sobre a misteriosa personagem que é Macros, seguramente uma personagem que será determinante.

    Fico contente que este volume esteja ao nível do Espinho de Prata (não confundir com Espinho de Rata :D) e estou super curioso por saber como tudo isto acaba.

    As minhas desculpas por não te conseguir acompanhar na leitura dos mesmos livros, para podermos comentar os livros mais em sintonia.

    Deixo-te aqui um abraço da parte do corvo negro, com a promessa de cá voltar para comentar melhor ;)

    ResponderEliminar
  21. Olá Paulo. Desculpa só agora te responder!

    Acho que a cada dia que passa depois de ter acabado este livro gosto mais do que li. é simplesmente fantástico.
    Quando o acabares de ler diz-me o que achaste. Vai ser impossivel nao gostares!
    E sim, o Jimmy e o Locke têm algumas parecenças. eheh!

    Abraço

    ResponderEliminar
  22. Tou a ver que tenho de comprar a saga. Vou ver se arranjo umas promoções.
    A tua crítica está excelente, como é teu hábito e sem spoilers, por isso agradeço. Grande blog, sem duvida.

    ResponderEliminar
  23. Após ler isto parece-me impossivel não comprar esta saga. Obrigado pelo que escreveste, está excelente.

    ResponderEliminar
  24. Estou de boka aberta com esta opinião. Estou mais k decidido. Texto muito bom!

    ResponderEliminar
  25. comprei o primeiro livro por tua causa. Vou começar hoje!

    ResponderEliminar
  26. Ois Luís,

    Finalmente terminei e tal coo tu adorei o livro, nota máxima mesmo.

    Provavelmente será o melhor livro que li este ano, pelo menos é um dos mais fortes candidatos :D

    Apenas achei o final um pouco previsível, mas de resto está lá e deixou quem acabou de ler, com muita vontade de saber mais sobre este universo ;)

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem Paulo, o que dizer deste livro? Quanto mais tempo passa mais tenho noção da qualidade da obra. Se começar então a pensar da altura em que foi publicado, percebo o porquê de Feist ser um dos grande nomes da fantasia actual. Muitos dizem que é o melhor autor da actualidade apesar de não ser o mais famoso.
      Tinha a certeza que lhe darias nota máxima, e acredito que muitos outros o farão (ou uma nota muito perto disso).

      Agra vamos ver até onde a editora vai com esta saga. Os 29 livros deste universo serão claramente demasiados para o mercado nacional, mas com uma boa escolha por parte da editora, teremos certamente excelentes livros ainda para ler. Estou muito ansioso pelo próximo.

      Abraço!

      Eliminar
  27. Comecei esta saga por tua causa! E estou a gostar imenso.

    ResponderEliminar
  28. Excelente "critica".

    No dia 01/06/12 é lançada uma nova Saga de Feist os Filhos Krondor - O Principe Herdeiro, com os filhos gemeos de o Principe Arutha :) Estou ansioso, por o ler, já está encomendado ;)

    Cumprimentos,

    Herculano

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Herculano.

      Esta continuação do Mago é dos livros que mais aguardei para este ano. Vamos ver se Feist continua em grande. O blog está agora a oferecer dois exemplares. Participa e se ganhares oferece o livro a alguém que goste de ler!

      Eliminar
  29. Já pedi o meu exemplar(Os Filhos de Krondor - O Príncipe Herdeiro) a Saída de Emergência.
    Data 1ª Edição: 01/06/2012

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Jockey.

      Ainda bem que a editora decidiu continuar com este mundo que Feist criou. Certamente valerá a pena, a olhar para as vendas mundiais dos seus livros.
      O blog está a oferecer 2 exemplares. Participa e se ganhares dá o livro a laguém. Quantos mais gostarem da saga, melhor!

      Eliminar
  30. O meu livro chegou, tenho de arranjar tempo para o ler.....estou a meio de um do Senhor Douglas Preston...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E gostaste do livro do Douglas? Eu apenas li um desse autor.

      Eliminar
    2. Sim gostei bastante dos 2 Livros que li dele(Partícula de Vénus e Blasfémia), espero gostar dos outros que aqui tenho (tenho aqui mais 7 dele com o Lincoln Child). Vejo-me Grego para arranjar tempo para esta gente toda, ando também em pulgas para ler os últimos 4 da Robin Hobb (O regresso do assassino).

      Eliminar
  31. ... como já tinha referido no post anterior do 3º livro, em 3 dias devorei este 4º livro.

    Confirmou-se os vilões desta saga foram enormes só tive pena de não terem dado mais luta ou até ganho a batalha final... final previsível nem uma mortezinha surpresa... se calhar estou a sofrer de tendências "GeorgeMartianas"... hehehe

    Adorei o descortinar do Inimigo e do flashback do Tomas.
    Guy Negro mereceu nota máxima, Locklear foi uma surpresa agradável mas os vilões foram a melhor parte da saga para mim.
    As batalhas foram estonteantes e de grande criatividade por parte de Feist.
    Quanto a mim Feist ganhou mais em criar um meio termo na magia principalmente nos poderes de Macros e Pug dando a Arutha e Tomas o "Finish Him" : com ferros matas com ferros morres.

    Acho que devia ter continuado com mais dois livros para expor mais os vilões mas pronto assim também foi bom.

    O 5º livro ja cá mora mas como se trata de um espaço temporal 20 anos mais tarde fiz uma pausa na saga e estou agora a ler Fahrenheit 451 e depois Frankenstein de Mary Shelley.

    No entanto o Luis disse que quando acaba-se o 4º do Mago me aconselharia uma nova leitura, fico aguardar pois agora arranjei um fornecedor de livros com 50% a 70% de desconto =) só foi pena ter descoberto agora depois de ter comprado os 10 livros do G. Martin... :/

    Quando acabar o Fahrenheit 451 posto a minha opinião .

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estou a ver que leste sem parar.

      Em relação aos vilões, já estava à espera que gostasses. Quando se revelaram, fiquei de boca aberta. Claro que com o Síndrome do GRRM ficamos a pedir uma morte. Os flashbacks do Tomas são excelentes, tanto neste livro como no Mago - Mestre. É para mim a personagem mais bem conseguida, e claramente uma das melhores que alguma vez li.

      A melhor parte para mim será a viagem ao início dos tempos que 3 certas personagens fazem. Uma imaginação fantástica de Feist.

      Também tenho a certeza que vais gostar do Fahrenheit. Poderá não ser tão viciante, nem tão espectacular, mas a qualidade é inegável. Fico à espera da opinião.

      E bem, um fornecedor assim é o que a malta quer. É de aproveitar.

      Em relação ao que te aconselho, se gostares de ficção científica, então aconselho-te O Jogo Final de Orson Scott Card. Já deixei aqui a minha opinião ao livro, já o li algumas vezes e continua a ser do melhor que alguma vez li. Tenho aconselhado este livro a várias pessoas, e todas elas adoraram. Infelizmente foi um livro que no nosso país passou ao lado, mas não conheço ninguém que não tenha gostado. Não o poderia recomendar mais! Ainda dentro do fantástico, aconselho também o Eu Sou a Lenda (estava barato na feira do livro) e bem diferente do filme, foi uma leitura em que adorei cada página. Grande surpresa! também já o comentei aqui.

      Fico então à espera da opinião ao Fahrenheit!

      Eliminar
  32. RLacerda, quem é esse fornecedor com 50% a 70% de desconto, fico também a aguardar para saber qual é o livro que o Luís te aconselha, se pudermos saber.
    Boas leituras

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Jockey, se gostares de ficção científica, então o que recomendei ao RLacerda, também te recomendo a ti!

      Eliminar
  33. Apesar de ter tido esta primeira saga de Feist na minha wishlist por muito tempo, depois de ver estas críticas rapidamente vi que tinha de "aumentar a prioridade" e consegui este Verão ler a saga...Não me arrependo em nada de ter saltado os muitos livros que aqui tenho à espera para serem lidos para poder ler Riftwar! A juntar a Orson Scott Card (outra saga que adquiri e li rapidamente pela tua recomendação) isto é das melhores coisas que li este ano!
    É dificil destacar todos os aspectos positivos da saga mas há alguns que saltam rapidamente à memoória:
    - Conseguimos facilmente gostar das personagens e acompanhar o seu desenvolvimento (principalmente Pug e Tomas nos primeiros 2 livros e Jimmy no 3º e 4º)
    - A envolvente do universo criado por Feist está bastante engraçada e nota-se que há espaço para escrever mais e mais (mesmo que não nos dois mundos principais desta saga em outros mundos talvez)
    - O estilo simples de escrita que nos prende página a página
    - (Para mim dos pontos mais altos da saga) A batalha de Armengar!!

    Adorava ver esta saga adaptada ao cinema!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah Ah! Eu sabia que ias adorar. A questão é: quem é que não adora este livro? Tinha a certeza que ias gostar, tal como tinha a certeza que ias adorar a saga Enders do Orson Scott Card.

      Em relação ao que falas, concordo contigo em todos os pontos e adiciono Kelewan, que tem uma sociedade fantástica. A batalha de Armengar é excelente e Tomás nem se fala.

      Também fico à espera desta adaptação. Como é possível ninguém ter pegado nisto ainda?

      Eliminar
    2. Olá Luis.
      Eu estava em dúvida sobre ler ou não a saga e não encontrava nenhuma resenha feita por quem já tinha lido ela inteira, e então, encontrei seu blog. Eu adorei a forma como você conclui e faz suas críticas e resenhas e agora vou me tornar uma seguidora deste blog.
      Eu notei pela sua escrita que você é de Portugal então provavelmente você não conhece o SKOOB que é uma "comunidade" brasileira de leitores. Deve existir algo assim em Portugal, sim?
      Lá estão listados quase todos os livros existentes, isso porque qualquer membro pode cadastrar um novo livro se não o encontrar na lista, e na página de cada livro tem várias informações tipo quantos leram, quantos pretender ler quantos estão lendo, nota média, etc, e tem também as resenhas.
      E é nesse ponto que eu queria chegar... na página deste livro As Trevas de Sethanon não tem nenhuma resenha, na verdade só tem do livro 1 e 2. Então o que eu queria te propor era que eu fizesse uma exposição de sua resenha com todos os seus créditos e endereço do blog, ou ainda se você se interessar e puder fazer uma inscrição, não sei como funciona para usuários de outros países, e daí você coloca sua resenha lá. Achei muito digna e realmente encoraja a gente a querer ler também.
      Vou te enviar por e-mail tb por via das dúvidas.
      Um abraço Luís e parabéns pelo blog

      Eliminar