segunda-feira, 23 de dezembro de 2019

COMO SE RENOVAM AS NAÇÕES




Autor: Jared Diamond



Sinopse: Jared Diamond transformou o nosso entendimento das causas da ascensão e queda das civilizações. Neste livro revela como as nações bem-sucedidas recuperam das crises quando adotam mudanças seletivas.
Adicionando uma dimensão psicológica à profunda análise histórica, geográfica, biológica e antropológica que caracteriza todos os livros de Diamond, a presente obra revela os fatores que influenciam a maneira como tanto as nações como os indivíduos reagem aos grandes desafios. O resultado é um livro de um fôlego gigantesco, mas também o mais pessoal que o autor escreveu até hoje.




Este é provavelmente um dos melhores livros que li este ano, mas não é para o gosto de todos os leitores. Nestas páginas o autor, tal como indica a sinopse, explora como uma nação se adapta. Tendo em conta que uma nação não é um organismo vivo mas sim um conjunto de pessoas, a complexidade deste tema é enorme.

O autor explora de forma fascinante o quanto a psicologia está ligada aos grandes fatores de uma nação, como economia, política, poder militar, recursos naturais, religião, meteorologia, entre muitas outras coisas. Este é um livro incrivelmente completo na forma como o autor explora o que é uma nação, como se sustenta e como se adapta a acontecimentos internos e externos.

Um aspeto muito interessante neste livro é o facto de nunca me ter sentido perdido. Sendo um livro que explora tantos aspetos, achei que poderia não compreender tudo o que o autor aprofunda, mas as suas palavras dão o contexto necessário com bastante clareza, algo essencial num livro destes. O autor não se fixa em termos que sejam desconhecidos, explicando sem dificuldade o que precisamos de compreender para vermos o quadro em larga escala. E isto é o essencial, porque este é um livro com um âmbito mesmo muito alargado. Afinal o que é uma nação? Quais são os sinais que nos mostram que esta necessita de se renovar? Quais são os momentos em que podemos prever o seu declínio? Como podemos mudar uma nação? 

Gostei da forma como o autor explorou os fatores mais importantes de uma nação sem nunca esquecer a psicologia de um ponto de vista macro, criando ligações que nunca me tinham passado pela cabeça. Foi um livro que me ensinou bastante e era exatamente isso que procurava nestas páginas. Nunca me senti perdido, e apesar de por vezes o livro se tornar mais lento, nunca me custou avançar. Obviamente que é preciso apreciar o tema, olhar para uma sociedade de um ponto de vista macro, e quem ficar curioso tem aqui um excelente livro. Não é para o gosto de todos os leitores, mas os interessados terão aqui um dos melhores livros do ano!

Luís Pinto


Sem comentários:

Enviar um comentário