quarta-feira, 9 de janeiro de 2019

O PRESIDENTE DESAPARECEU


Autor: James Patterson & Bill Clinton




Sinopse: O Presidente dos EUA desapareceu.
O mundo está em choque!
Mas a razão do seu desaparecimento é ainda pior do que seria de supor.
Com pormenores que só um Presidente como Bill Clinton pode conhecer e o suspense que apenas um autor como James Patterson seria capaz de criar, O Presidente desapareceu é o thriller mais empolgante e surpreendente dos últimos anos.





James Patterson, o autor que mais vende no mundo e que escreve livros à velocidade da luz, recorre muitas vezes a parcerias com outros escritores ou conhecedores de assuntos específicos. Neste livro, Patterson junta-se ao ex-Presidente americano Bill Clinton para criar um thriller que consiga ser credível dentro da vida de um Presidente e cheio de detalhes da vida dos bastidores da política.

Patterson é famoso pelos seus thrillers frenéticos sempre apoiados numa base simples e bem executada: capítulos pequenos, cheio de ação, sem detalhes desnecessários, e com grande foco no objetivo final. Pelo meio, o rigor de oferecer algo ao leitor em cada capítulo para que exista a sensação de progressão. 

Tendo esta fórmula sempre presente, Patterson cria um enredo interesse, que facilmente cativa porque queremos perceber o que aconteceu. No entanto, rapidamente percebemos que este livro é muito mais um livro político do que de ação. Nota-se o quanto o peso da intriga política molda este enredo, com jogos de bastidores que levam a ação para segundo plano. é tudo muito mais um jogo de interesses e palavras, em que cada personagem tem o seu próprio objetivo num jogo de sobrevivência política.

Com detalhes muito interessantes do que poderá ser o meio onde um Presidente vive, o enredo apenas peca pela velocidade demasiado rápida, que por vezes deixa algumas pistas, porque existem detalhes importantes, que na altura parecem insignificantes, mas que percebemos terem impacto no futuro, porque o livro abrandou para o explicar.

Tirando estes detalhes, o livro é bem construído, com alguns momentos mais forçados, principalmente em diálogos que fogem a certos caminhos mais óbvios simplesmente para prolongar o suspense. No entanto, e globalmente, este é um dos melhores livros que li de Patterson, principalmente por se focar tanto na intriga política, deixando para trás a ação mais usual. Se gostam de thrillers, se querem ver explorados alguns detalhes interessantes sobre a vida e um Presidente, este é um livro interessante que em nenhum momento tenta ser uma obra prima do género, mas que agarra, tal como este autor sempre conseguiu. 


Luís Pinto



Sem comentários:

Enviar um comentário