terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

OS DILEMAS DO ASSASSINO


Autor: Robin Hobb

Título original: Golden Fool: Book 2 of The Tawny Man




Após ter lido o primeiro livro desta nova saga (O Regresso do Assassino), e de ter sido, na minha opinião, o melhor livro da autora neste mundo de fantasia, havia o problema de as minhas expectativas estarem muito altas.

A verdade é que o livro sofre com a sua divisão ao meio, não em termos de qualidade, mas em relação a momentos marcantes. No global, este livro tem a mesma qualidade que o anterior: personagens coerentes, bons diálogos, boa intriga (bem estruturada e montada nos momentos certos) e os pensamentos de Fitz a moldarem a narrativa e seu ritmo. No entanto, ao estar dividido (não que eu condene a divisão) este livro torna-se exclusivamente no criar de uma nova intriga, e para a desvendar, teremos de ler o próximo.

A história começa onde acaba o anterior e agora Fitz terá de se adaptar a uma nova realidade enquanto sofre as recentes perdas. A partir desta base estaremos perante, tal como o título indica, os dilemas de Fitz sobre vários temas: a forma como educará Zar, o treino com o Príncipe, o seu novo papel na corte, etc... (não vou revelar mais, mas existem mais alguns dilemas que seguramente ajudarão a agarrar o leitor até ao fim da saga).
Com esta carga mais emocional, e com menos ação, o ritmo do livro volta a baixar tal como a autora já tinha feito na saga anterior, em que o segundo livro é a definitiva construção da base na qual o resto da saga se irá apoiar.

Sendo assim, este criar da intriga pode ser menos viciante, mas será, certamente, muito importante para o futuro, e isso será notório quando mais tarde olharmos para certas personagens e também culturas (a noiva do príncipe e a sua cultura deverá ser o exemplo mais marcante). 
Falando ainda sobre culturas, a autora, uma vez mais, expande o seu mundo, dando a cada livro uma visão mais alargada sobre este mundo onde estão os Sete Ducados. Para já, e apesar de pouco ter sido revelado, o pouco que se nota de novo, identifica-se como algo diferente do que foi apresentado até aos livros anteriores, e a sensação de repetição não existe.

Um dos aspetos mais interessantes é o desvendar de algum do passado dos dragões e também da personagem Bobo. Por um lado, temos uma nova visão sobre o aparecimento e o desaparecimento dos dragões, que nos ajuda, não só a tentar adivinhar o que está para vir, mas principalmente a perceber alguns fatores que ficaram por esclarecer na saga anterior, e este detalhe ajuda a juntar ainda mais as sagas. E por outro lado temos o Bobo... sempre reservado e calculista, esta personagem raramente responde diretamente, e como tal, raramente temos uma resposta definitiva. Sendo assim, qualquer informação sobre o passado deste personagem é imediatamente absorvido pelo leitor, desejoso de saber mais sobre este amigo de Fitz, e neste aspeto, este livro é talvez o que mais informações dá, sem dar nenhuma em concreto, e como tal, podemos dizer que este livro cria mais perguntas do que responde e nos mostra que ainda existirão muitas revelações!

Por último, uma pequena referência para o desvendar (finalmente) da personalidade de Breu. É verdade que não temos muito, mas nota-se que a autora quer aproximar o leitor desta personagem, talvez para mais tarde criar um momento de maior carga emocional, mas é claro que a história ganha com o aprofundar de mais uma personagem da qual sabemos muito pouco.

Com Fitz a amadurecer e a autora a manter a qualidade que nos habituou, esta saga prende-me como poucas conseguem. Muitas perguntas ficam no ar e não existe nenhuma revelação conclusiva, existindo sim, várias "dicas" por parte da autora ao nos mostrar que certa noção está errada, ou certo diálogo não nos mostrou tudo o que deveríamos saber. 
Há várias personagens novas (estou bastante curioso em relação a algumas), todas elas de culturas diferentes, e as últimas páginas iniciam acontecimentos que, certamente, me farão ficar colado às próximas páginas.

Para já, há muito que gostaria de dizer sobre este livro mas guardarei para o próximo. O que posso dizer é que Robin Hobb escreveu uma saga que me prende como poucos conseguiram, e é a par de sagas como O Mago e A Guerra dos Tronos, uma das poucas que me faz querer ler imediatamente o próximo. Não se destaca em nenhum dos aspetos mais importantes da fantasia (personagens, mundo, magia, etc...), mas no global, está muito acima da média! 

8 comentários:

  1. Li a saga anterior e esta está para as próximas compras. Obrigado por continuares a escrever sem revelares nada porque assim posso ir lendo e não me estraga a leitura.

    abraço

    ResponderEliminar
  2. Já li o livro seguinte e está brutal! Continua que vais adorar e vale a pena dares a conhecer este livro a quem gosta do género.

    ResponderEliminar
  3. Li a primeira saga e gostei muito. Só comecei a ler porque as opiniões aqui e noutros blogs era muito boa. Agora vou ficar à espera que acabes esta saga e aproveitar que o preço desça um pouco para depois a comprar se valer a pena e se tiver um bom final.

    ResponderEliminar
  4. Olá Luis,

    Tal como já te tinha referido esta segunda saga é ainda melhor que a anterior e vejo que começa cada vez mais a aproximar-se dos teus escritores de saga preferidos e vai lá chegar só te digo, continua ;)

    Esta é sem duvida uma das minhas escritoras preferidas e está provado que não é necessário criar um universo demasiado complexo e com muitas personagens para se ter uma boa história.

    Vou ficar curioso para ver a tua reação aos livros seguintes ;)

    Abraço

    ResponderEliminar
  5. Também agradeço por não comentares nada da história. Quando falaste do primeiro livro desta série convenceste-me logo mas vou esperar pela feira e aproveito para ir lendo mais sobre o que escreveres. Reparei que estavas mais contido em falar de algumas personagens e acho que é porque preferes falar mais no proximo livro e ainda bem. Continua!

    ResponderEliminar
  6. Ainda ontem me falaste tão bem desta saga e destes dois primeiros livros e agora encontro a tua opinião. Ainda vou na primeira saga de livros e estou a gostar bastante, já sabes!

    ResponderEliminar
  7. Sempre um prazer ler as tuas opiniões e esta é mais uma saga em que tenho de começar qualquer dia. Não demores muito a ler o resto!

    Catarina

    ResponderEliminar
  8. tenho mesmo de comprar esta saga. Já tenho saudades da feira do livro.

    ResponderEliminar