terça-feira, 4 de março de 2014

LISBOA - A Guerra nas sombras da Cidade da Luz, 1939 - 1945


Autor: Neil Lochery

Título original: Lisbon - War in the shadows of the City of Light, 1939 - 1945


Sinopse: Lisboa foi, durante a Segunda Guerra Mundial, o centro da espionagem e da intriga internacionais, e a única cidade europeia onde Aliados e potências do Eixo operavam à luz do dia e se vigiavam mutuamente. Era a Casablanca real, com todos os ingredientes de uma glamorosa intriga ficcional – manobras de bastidores, traições, um próspero mercado negro, romances tumultuados, espiões de ambos os lados da guerra, refugiados, banqueiros, diplomatas, elementos da realeza europeia exilada e da alta sociedade, escritores e artistas que se cruzavam nos hotéis e cafés do centro da cidade ou da idílica costa do Estoril. Sobre este cenário de filme noir dominam dois protagonistas – Salazar e a destreza política com que joga, no finíssimo fio da navalha, a neutralidade e a soberania portuguesas.


A espionagem sempre foi um dos temas que mais gostei de ler e quando se junta à 2ª Guerra Mundial, ainda melhor. Neste livro, que tenta desvendar um pouco sobre a espionagem feita em Lisboa durante a guerra, vemos a "ginástica" política de Salazar para se manter neutro enquanto várias nações tentam ganhar influência no nosso país.

Em primeiro lugar devo realçar o quanto o autor tenta sustentar o seu livro com factos documentados, criando uma ligação constante ao que o leitor já poderá saber. Pelo meio, o livro desvenda um pouco do jogo de interesses que foi criado em Portugal, país neutro e teoricamente seguro, numa fase em que a economia mundial estava em clara desordem devido aos custos da guerra. Temos uma Alemanha que olha para Portugal como um mercado fornecedor e os Aliados que tentam levar o nosso país para a guerra, quer seja para apoio na frente da batalha ou para fornecer o que for necessário. E se a questão é: como conseguiu Salazar manter este país neutral?, aqui tenta-se dar uma resposta.

Este não é um livro sobre o qual se deva fazer uma grande análise. O prazer deste livro está em saber um pouco mais sobre esta história e sobre a cidade que foi o centro da espionagem mundial e o local de onde muitos fugiam para o novo mundo, deixando uma Europa em chamas e ruínas. A acompanhar este excelente trabalho de pesquisa estão várias fotos de locais e personalidades que de alguma forma entraram neste jogo de sombras, onde economia e política eram a base das decisões que mudaram o mundo.

De enaltecer ainda a escrita do autor. Com um tema com tantos factos para explorar ao mesmo tempo, a escrita poderia ser algo confusa em alguns momentos, mas não o é, e nunca me senti perdido nem a achar que não estava a ver todas as ligações que o autor estava a fazer, pois existe uma montagem muito boa neste livro. Para quem não conheça muita da nossa capital, o livro apresenta ainda um mapa de como era Lisboa durante a guerra, assinalando os locais mais importantes para os acontecimentos do livro, quer seja uma praça importante ou um hotel onde muitas festas se faziam e onde se conspirava com o acompanhamento de um copo. 

Se gostam do tema e do género, este é um livro totalmente recomendado. Li-o sem parar, sempre procurando mais factos e ligações, aprendendo um pouco mais sobre a história desta cidade e do país, e escrever mais sobre este livro é revelar detalhes que o leitor deve descobrir durante a leitura. Destaque ainda para a forma como o autor descreve a nossa cidade, levando-me a imaginar como Lisboa era fantástica naquela época, com a sua luz única, criando um ambiente que por vezes esquecemos que ainda tem.

Luís Pinto

Para mais informações consulte o site da Editorial Presença aqui.   

6 comentários:

  1. Parabéns pela escolha deste livro para leitura. Já o li e a análise está muito boa. Acho que conseguiste deixar uma pessoa curiosa sem revelar factos que o autor usa neste livro. Parabéns.

    ResponderEliminar
  2. Esta tua opinião despertou-me a atenção. Gosto de ler sobre o assunto e vou procurar pelo livro. Abraço!

    ResponderEliminar
  3. Excelente opinião Luís. Este irei ler com toda a certeza, gosto bastante do tema, particularmente deste período em Lisboa, além de um verdadeiro covil, fervilhava de "glamour" entre os Espiões estrangeiros. Muito acontecia entre copos no Casino Estoril por exemplo.
    Recomendo-te "A companhia de Estranhos" de Robert Wilson, (não sei se já leste)? vais adorar... E se gostas do tema, meio caminho andado.
    Também poderás ler "Enquanto Salazar dormia" de Domingos Amaral (embora fraquito... dá para ter uma pequena ideia e lê-se bem)

    ResponderEliminar
  4. Grande análise, muito bem construída e pensada. Sem qualquer spoiler. Vai ser impossível não o comprar. Já está na lista.

    ResponderEliminar
  5. Não sou de muito comentar, mas sigo o seu espaço com alguma frequência.

    Divuguei o seu blog. Espero que aprecie!
    http://lerviverler.blogspot.pt/2014/03/vida-noutro-blog-98.html

    ResponderEliminar
  6. Obrigado a todos pelos comentários!

    Nuno, do Robert Wilson ainda não li esse, mas já está na lista. Quando o ler aviso-te!

    Clarinda, obrigado pela divulgação! Um dia destes retribuo o favor com todo o gosto porque já há algum tempo que estou para criar uma rubrica parecida.

    Boas leituras a todos!

    ResponderEliminar