quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019

FUNDAÇÃO


Autor: Isaac Asimov



Sinopse: Há muitos milhares de anos que o Império Galáctico reina absoluto sobre todos os mundos habitados. Mas agora está em decadência.
Apenas Hari Seldon, o criador de uma nova e revolucionária ciência, prevê a inevitável chegada de uma era de trevas jamais vista. Para preservar o conhecimento e salvar a Humanidade, Seldon reúne os melhores cientistas e eruditos do império num planeta sombrio para servirem de guia e darem esperança às futuras gerações. Dá a este santuário o nome de Fundação.
Mas a jovem Fundação rapidamente fica à mercê dos corruptos senhores da guerra que se erguem do decadente império. E esta última esperança da Humanidade tem de enfrentar uma escolha dolorosa: submeter-se aos bárbaros e viver em escravatura ou lutar pela liberdade e arriscar a destruição total



Se gostam de Ficção Científica, muito provavelmente já ouviram falar de Asimov, talvez o mais marcante autor do género. Asimov, autor de várias livros com grande impacto na ficção científica, muitas vezes com grande foco na inteligência artificial, tem aqui a sua obra prima, um livro que moldou a própria forma como as Space Operas passaram a ser criadas.

“Never let your sense of morals prevent you from doing what is right.”

Com uma imaginação incrível e grande atenção ao detalhe, Asimov criou um mundo literário fantástico, bastante coeso e inteligente, com uma base credível e foco no ser humano. Aliás, é esse o grande trunfo do livro: o de ser uma obra de grande impacto e magnitude, mas que não deixa de se focar no ser humano, nos seus defeitos e virtudes, nas suas forças e fraquezas. É um livro de FC, mas apenas no seu conceito base, porque é na realidade um livro sobre pessoas. Quanto vale um valor moral?

“Violence is the last refuge of the incompetent.” 

Com uma escrita cuidada e interessante, Asimov não dá passos em falso, quer no enredo, quer na construção do ambiente, tudo funciona na perfeição enquanto vemos a luta pela sobrevivência das personagens principais. E é por isso que este livro é tão abrangente e humano, porque o foco está nas bases do próprio ser humano: o instinto de sobrevivência, a tendência para a ganância, para a corrupção, a imprevisibilidade do amor, da amizade e do sacrifício. Tudo isto é o que move este livro, numa história que fica para sempre na nossa memória, não só pelos seus momentos, mas também pela sua magnitude. 

Claro que atualmente existem muitos livros que utilizam as mesmas bases, os mesmo fluxos, e as Space Operas são mais que muitas, mas nenhum teve tamanho impacto, nenhuma explorou o ser humano desta forma e poucos livros de FC serão eternos como este é. "Fundação" está no topo do que a ficção científica pode oferecer. Está lado a lado com outros grandes colossos, como "Duna" ou "A guerra eterna". Um livro obrigatório, mesmo para aqueles que não são grandes apreciadores do género, mas que apreciam obra primas literárias.

Luís Pinto



Sem comentários:

Enviar um comentário